Falling Skies 3×10 — Brazil [Season Finale]

Nunca questionei protocolos ou ordens, até hoje. Acho isso um muito pertubador, professor Mason. Você me deu muito o que contemplar.” — Waschak-cha’ab

É tão frustrante pagar com a própria língua, mas é fato que Falling Skies não conseguiu entregar um finale de acordo com as expectativas. Fugiu totalmente de seu clímax e padrões, mas nem de longe foi ruim. Mas fica um sentimento de “como assim, gente?”.

São apenas três temporadas, mas a série conseguiu criar um histórico de finais eletrizantes. Então é de se esperar um sentimento frustrante em relação a esse episódio. Cadê as reviravoltas chocantes? Cadê conclusões das histórias? A única coisa realmente fechada ali foi a Karen, uma personagem que vai embora sem muitas reclamações e de uma forma bem boba. Ela não é uma estrategista genial, mas chega a ser burra aparecendo daquela maneira para o grupo e com uma defesa tão pouca. E no que isso contribuiu? Nada.

Cadê a evolução nos personagens? Matt ganhou um grande foco na temporada, mostrando sua evolução e como ele anda crescendo. Mas ele mal sequer falou nesse finale. Tom nem se fala, ele apenas fez um discurso político sobre liberdade, espírito dos humanos e só. Menos ainda os outros personagens, todos com participações mínimas e sem nem sequer vontade de encerrar as tramas iniciadas nesse temporada. Pior ainda, como no caso de Weaver, iniciando outras sem razão alguma.

Falling Skies 3x10

Hal e Maggie se distanciaram, de novo. Já virou novela mexicana essa relação entre os dois. Primeiro que Hal está mais interessado em encontrar paz e tranquilidade para voltar a ter uma vida sossegada, mas Maggie sabe que a guerra a mudou de uma maneira que a paz que ele procura não serviria para ela. Depois, Hal cria misericórdia por Karen. É compreensível, ele foi apaixonado por ela, mas depois de comer o pão que o diabo amassou nas mãos dela, ele ainda hesitou. Mas Maggie não compreende e pelo jeito vai fazer picuinha da situação.

Já os volms tiveram uma boa e interessante participação neste episódio. Séculos de guerra contra os espheni e salvando tantos planetas fez deles uma raça prepotente e arrogante. Eles se enxergam como os salvadores do universo e a resistência dos humanos os confunde. Cochise parece compreender melhor essa visão, mas Waschak ainda é um velho de guerra que precisa aprender muito.

Ainda sobre os volms, a sensação do episódio é que não sabiam como trabalhar o roteiro sem colocar um fim à guerra como um todo ou virar os volms contra os humanos. Mas ainda sim permanece um clima de que a guerra chegou ao fim, sim. Os volms são fortes e claramente colocam os espheni no chão, então o que tem a ser feito em uma próxima temporada?

A volta de Anne e Alexis não é uma surpresa. Mas o crescimento avançado da garotinha é assustador, parece um filme de terror. Mais ainda quando ela remove os insetos de Lourdes, muito macabro. Com certeza a pequena prodígio vai ser o maior foco da próxima temporada, ou é o que se espera, já que desta temporada não sobrou uma migalha de algo grande para ser resolvido posteriormente. E a sensação que fica é que toda esta temporada contou apenas uma parte da história que queria. Será que está caminhando para o fim? Bem, não dá pra saber por enquanto. Pelo menos a curiosidade sobre o nome do episódio foi saciada. Para os volms, nossa terra é o local mais seguro para humanos se refugiarem desta guerra. Ironias.

Anti-clímax e fraco define bem esse finale. Mas, a temporada como um todo foi um grande sucesso. Tudo foi muito bem dosado, balanceado e, claro, muito bem feito. Isso é difícil de negar. Mas também é dolorido dizer que o finale foi fraco.

Bem, é isso. A temporada chegou ao fim e também as críticas da série neste ano. Um grande obrigado a todos que acompanharam, comentaram, opinaram e curtiram. Nos vemos ano que vem na próxima temporada (ou em outra série).

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER