Falling Skies 4×03 — Exodus

Quando menti para você, Maggie? Eu lhe disse que ficaríamos seguros aqui e estamos. Eu lhe disse que a não-violência é a resposta, e é mesmo.” — MASON, Lexie

Se os dois primeiros episódios de Falling Skies sinalizavam algum vigor na trama, Exodus joga uma pá de cal na história. Tudo aquilo que foi usado para tentar mostrar que a série poderia sobreviver além da terceira temporada se virou contra a série.

A fragmentação do roteiro em múltiplas histórias está prejudicando a série. Se era somente para enrolar por três episódios, pra que então focat a história de Anne? Fora a conversa do skitter, foi muito inútil. Família é um dos pontos principais da série, mas a jornada da personagem foi só para ocupar tempo. E se tratando de uma trama dividida como está agora, tempo é algo precioso.

Matt é outra decepção. Primeiro criam uma sub trama para mostrar lavagem cerebral. Mas aí jogam a história na privada com o personagem defendendo uma desconhecida. Mais ainda, pelo jeito, Cochise vai aparecer, salvá-lo e acabou o campo de concentração. Então pra quê? Mais tempo perdido. Ver o personagem criar a própria força e uma resistência dentro do campo estava ótimo. Matt se mostrava o legítimo Mason nesses momentos e só tinha a agregar. Mas jogaram tudo fora transformando em uma história de interesse romântico. Assim não dá.

Falling Skies 4x03

Grande parte do episódio foi alocada para a fuga do gueto. Além de não ser excitante, foi cheia de patacoadas doloridas. Forçar a tensão através de um cano que cai aleatoriamente na mão do novo personagem? Pope derrubando mochila, ficando inconsciente e depois a explosão não ser suficiente? Falling Skies perdeu muito seu senso de direção. As cenas de ação da série nunca foram espetaculares, mas nunca foram chatas, tediosas ou forçadas. Momentos difíceis de atravessar.

O núcleo de Lexi foi o menos tedioso, mas ainda sim complicado de assistir. Toda a questão da união entre ela e os espheni gera a trama mais interessante da série, o que dá gás para ela continuar. Mais ainda, fica um questionamento sobre se Lexi é a arma que planejam usar para enfrentar tal inimigo vindo ou se ela é este inimigo, que se trata de um único espheni tentando criar algo poderoso e dominado. Há o problema da personagem ser muito ingênua, com Ben e Lourdes disputando quem controla. E, pior ainda, Maggie nem sequer deu chance da personagem se explicar ou contar sua história com aquele soberano.

Falling Skies perdeu a mão. Ao menos neste episódio a série não sabia o que fazer. Tudo de potencial em cada trama foi jogada no lixo, trocando elas por algo fácil e sem graça. Uma série que sabia onde queria chegar se jogou na lama. Nesse ritmo, pode acontecer um cancelamento sem dó com a série. E se houver uma quinta temporada, precisa ser a última. Exodus mostrou quais são os limites para uma trama sobre uma invasão alien e Falling Skies está perto de entrar naquela lista de séries que viveram tempo demais.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER