Fringe 4×12 — Welcome to Westfield

Não sei o que pensar sobre esse episódio de Fringe. Ele foi ótimo. Sua história foi convincente e remete à trama central da temporada. Os efeitos novamente foram impecáveis. As atuações, bem, não vou nem comentar pra não ficar redundante. Então o que será que aconteceu que me fez não gostar tanto deste como gostei dos anteriores? Juro que não sei.

Em Welcome to Westfield, a nossa Equipe Fringe fica presa em uma cidade que está sendo destruída aos poucos porque ela “emergiu” ao outro universo, e como sabemos, duas matérias não podem ficar no mesmo espaço. Ok, com isso em mente, pensamos: quem, como ou por que aconteceu isso? Não sabemos. A idéia mais aceitável é mesmo David Jhones, e, talvez, com ajuda da Nina Sharp. Como? Com certeza com aquele mineral roubado há alguns episódios. E, por fim, por que? Essa é a pergunta que não quer calar. Acredito que por experiência para uma possível ação maior nos próximos episódios. Mas isso é só teoria minha.

O que eu mais gostei foi a vibe meio The Walking Dead misturada com Supernatural e Arquivo X. Pareceu-me que eles quiseram mesmo passar essa impressão, pela forma com que foi apresentado no episódio. O morador da cidade caminhando lentamente, o carro que volta ao início da cidade, os olhos e as deformações nos moradores, etc.

Mas quanto ao episódio em si, o mais interessante MESMO foi a Olivia. Ela relembrando casos que a nossa realidade azul realizou, e a amarela não, foi o ponto alto do episódio, principalmente, na cena final quando a Olivia beija Peter com a maior naturalidade, como se eles fossem namorados há tempos. Isso, ao meu ver, aumenta mais a teoria de que não são novos universos, esses amarelo e verde, mas sim os nossos universos azul e vermelho alterados. Após todos esses episódios, você, leitor, acha o quê sobre essa teoria?

GLYPH CODE: O código essa semana foi “OLIVE”, claramente falando da Olivia. O interessante é que Olive era como a Olivia era chamada quando criança, quando ainda fazia experiências com Cortexiphan. Será que teremos novas injeções misteriosas na nossa loirinha? Veremos.

OBSERVADOR: O Observador pode ser visto logo no início do episódio, pouco antes do avião cair, lá no fundo perto do caminhão. Fácil, não? (clique na foto acima para ampliar)

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER