GA 10×03 — Everybody’s Crying Mercy

Após cumprir o prometido com uma ótima estreia, nada menos esperado do que focar nas consequências dos últimos acontecimentos. Desta forma fica fácil resumir o episódio em uma palavra: trauma.

Todos foram afetados de alguma forma pela tempestade, podemos constatar isso com os relacionamentos interpessoais e também através do próprio hospital. Com uma ala inteira destruída, o Conselho precisava se reunir para decidir como colocar o Grey-Sloan Memorial de volta aos eixos. Hunt fez o possível para abrir os olhos de seus médicos. E pensar que apenas uma ‘pegadinha’ foi o que fez Avery perceber o quanto a reunião do Conselho era necessária naquele momento.

Um dos maiores acertos do episódio foi a introdução dos internos. Se na semana passada eu reclamei que os novatos não mostraram a que vieram em sua primeira temporada, aparentemente o que sucederá daqui pra frente é o contrário. Existe inclusive uma tentativa de fazer com que Ross ganhe empatia com a audiência, depois da morte de Brooks, o que é compreensível.

Também gostei muito da Leah nesta semana. A personagem continua não tendo grande desenvolvimento, mas pelo menos sabemos que os roteiristas não esqueceram dela e que uma coisa que estava em falta, como vimos no segundo episódio, agora está sendo feita: a criação de memórias desses personagens. Não há nenhuma novidade, acho até esse plot meio familiar (alguém aí lembra?), mas é a formação de uma cirurgiã que estamos acompanhando e essa relação com o paciente é algo que vem na bagagem.

Por outro lado a história da Leah com a paciente adúltera deu um empurrãozinho no andamento das coisas entre Callie e Arizona. Se elas ainda não estão muito bem, talvez seja apenas questão de tempo. O amor ainda existe, independente de qualquer coisa.

GA 10x03

Outro grande acerto foi a dinâmica do casal MerDer. Como não se divertir com o casal caindo de sono pelos cantos? Derek dormindo no estacionamento e Grey caindo no sono ao telefone foi sensacional. Meredith só não conseguiu cumprir a dispensa e teve que conferir os cuidados de Richard, o que já era esperado. E nesse plot do Richard especificamente houveram algumas surpresas.

Primeiramente, por que a Bailey não se opôs às escolhas de Webber quanto ao tratamento? Ela ainda acha que está em dívida com ele a chegar a este ponto? Mesmo que Richard seja o mais experiente do GSM, é preciso haver certo distanciamento entre médico-paciente, principalmente quando o paciente ainda está tão traumatizado. Fora isso, foi bom ver que Miranda está com a cabeça de volta no trabalho, a crise momentânea no hospital exigiu isso dela.

Outra surpresa do episódio foi o momento Arizona protagonizado por Richard. Eu não esperava o esporro vindo logo do cara mais equilibrado da série, ainda mais depois do momento família na premiere. Não acredito, por outro lado, que isso ainda vá render muito nos episódios seguintes. Foi apenas o trauma falando, certo?

Pra não ficar sem citar Jolex, eu tinha até esquecido que esses dois ainda são um casal novo. Ficaram tanto tempo no zero a zero que eu podia jurar que eles já tinham ido pros finalmente. Mas isso é detalhe, o importante é que Alex e Izzie se entendam. Acho que já deu do personagem ficar sozinho.

P.s: Acho ótimo quando Grey’s faz episódios meio caóticos assim, com crises e cheio de cenas nas OR.

P.s.2: O próximo será o episódio de número 200 da série. Isso mesmo meus amigos, esse telecurso 2000 de medicina não pára! Confira o que esperar do episódio comemorativo aqui.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER