GA 9×04 — I Saw Her Standing There

Grey’s Anatomy apresentou um episódio bem mais leve se comparado aos anteriores, e ainda assim manteve a qualidade. Teve um pouco de tudo, e muito de uma só coisa: sexo.

Shonda Rhimes não se arriscou construindo um plano para Yang e Parker (sempre o chefe). Havia uma tensão ali, mas era difícil saber se os dois realmente consumariam o ato já que apesar de Cristina estar confortável em Minnesota, sua permanência seja incerta. Ficou claro que não passa de sexo casual, e não há porquê ser algo além disso.

Cristina, aliás, não poderia estar se encaixando melhor. Quem imaginaria que o Dr. Thomas se tornaria o equivalente à Grey para Yang fora de Seattle? Logo Yang, que nunca foi de criar laços com tanta facilidade, e é tão determinada quanto a seus métodos. Isso só mostra como o tempo que ela passou ao lado da Teddy foi importante para sua formação de caráter profissional e pessoal.

Voltando a falar do tema que tomou conta do episódio, tivemos Avery e Kepner abusando da “casualidade”. Os dois não seguram as calças e ainda não perceberam que existe um relacionamento nascendo no meio disso. Lembram da cara de frustração quando April estava indo embora de Seattle e não poderia se despedir do Avery? Acredito que o envolvimento de Webber com Catherine pode fazer Jackson repensar sua própria relação e, consequentemente, sair da saia da mãe.

Pela primeira vez na temporada o drama dos personagens deixaram os casos ganharem destaque. Foi o que aconteceu com o caso do chief, que trouxe a mamãe Avery de volta e rendeu momentos hilários. Só não foi tão feliz ver a Bailey se humilhando atrás de cirurgia. Sério, eu ainda não me acostumei com isso.

O tumor do paciente de Meredith se encaixou perfeitamente na continuidade da trama. No início, achei que seria um exagero da parte dela esconder a verdade do Derek, mas as palavras do Owen me convenceram de que Grey teve uma atitude coerente. Não gosto nem de lembrar da época de lobo solitário do Derek. Por mais que a falta de auto-estima seja algo completamente normal, seria forçado ver a história se repetir. O Dr. Shepherd está lidando com sua crise de forma tão madura que a transformou em nada mais que um detalhe.

Talvez o maior mérito da temporada seja que tudo está acontecendo na hora certa. Prova disso, ou melhor, mais uma prova disso é a recuperação de Arizona. A Dra. Robbins teve maturidade suficiente para refletir sobre seu comportamente e as pessoas ao redor. Claro que ainda é cedo, e como eu disse na review anterior, ela não vai superar isso da noite para o dia, mas o ritmo em que isso está acontecendo não poderia ser mais natural. O timing em Shondaland nunca esteve tão afinado.

Grey’s Anatomy fará mais uma pausa e só retorna em 8 de novembro. Enquanto isso, dá só uma olhada nesse promo que promete muita emoção:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER