GA 9×13 — Bad Blood

Mesmo com a trama da falência do hospital dominando o episódio, Bad Blood foi mais leve e divertido que seus antecessores. Neste, alguns personagens passaram a se levar menos a sério — de uma forma positiva, enquanto outros apresentaram um desenvolvimento considerável.

Cristina Yang que o diga. A cirurgiã mostrou o quanto evoluiu no decorrer dos últimos anos quando se deparou com um paciente que, por conta de sua religião, não poderia ser tratado com transfusão de sangue. Cristina respeitou a decisão da família do rapaz, e fez o possível para que o jovem sobrevivesse sem a intervenção do sangue. Se isso tivesse acontecido há dois ou três anos, a reação de Yang teria sido completamente diferente. Teria sido a mesma de Leah, que não compreendeu a importância que a escolha do tratamento tinha para a família do rapaz.

Não gostei da ideia nada brilhante que Leah teve de trocar o soro escondido, mas achei fantástico como Yang lidou com isso. Ela percebeu que poderia ter deixado passar, e assegurado um tratamento mais rápido para o paciente. Entretanto, Cristina chegou a um ponto onde compreende as escolhas das pessoas, mesmo que sejam contrárias aos seus princípios.

Apesar do caso de Yang ter ganho bastante destaque, o episódio também foi movimentado pelas mudanças que Alana Cahill está fazendo no hospital. De um lado, internos apavorados. De outro, atendentes que precisam se adaptar às novas técnicas para aumentar a eficiência nas operações. Foi divertido ver Bailey se mostrando condescendente apenas por interesse e ao mesmo tempo competitiva. Gostei muito de ver Richard defendendo sua própria técnica, a ponto de fazer o Dr. Darrell Nesbaum mostrar com o que realmente se importa.

GA 9x13

Derek e April criaram um plano de corte de custos para salvar o hospital, o que no final das contas não adiantou de muita coisa. Mesmo após um dia inteiro ajudando Owen a tratar de um paciente, Alana não se sensibilizou e ainda deixou escapar que o plano do Dr. Shepherd não salvaria o SGMW, mas sim um comprador.

Muita gente já tinha comentado nas redes sociais que a indenização dos médicos serviria para salvar o hospital, mas de alguma maneira eu nunca quis acreditar que isso fosse realmente acontecer. Agora que a Dra. Cahill evidenciou suas verdadeiras intenções, o final desta trama parece bem previsível.

Antes de terminar a review preciso falar de duas personagens em especial: Arizona e Meredith. Arizona foi essencial em um caso em que nem Callie e nem Karev conseguiam lidar com uma paciente de 13 anos que estava com medo de ter que se ausentar de sua carreira como ginasta. Foi brilhante o modo como a Dra. Robbins lidou com ela. Não usou sua perna mecânica como drama para sensibilizar a garota, mas para mostrar que continuava firme mesmo após ter perdido seu membro.

E Grey tem protagonizado cenas deliciosas. Impossível não sorrir junto com ela quando percebeu que a gravidez estava indo muito bem — sim, coisas boas acontecem. E talvez isso que cause tanta estranheza para ela. Depois de tanto drama e tentativas frustradas de engravidar, ela chegou em um estágio onde ela e Derek finalmente colhem os frutos. O bebê só deve nascer em alguns meses, mas já é ótimo “presenciar” os primeiros chutes do irmãozinho da Zola.

Como tenho falado toda semana aqui nas reviews, estou satisfeito com os rumos que Grey’s Anatomy está seguindo. Resta torcer para que Shonda Rhimes e seus roteiristas não nos surpreendam da forma como fizeram ano passado, mas deem a esta temporada a resolução mais sensata possível.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER