Game of Thrones 5×09 — The Dance of Dragons

Tradicional episódio de Game of Thrones traz cenas intensas e chocantes. Confira o que achamos de The Dance of Dragons.

Às vezes uma pessoa precisa escolher. Às vezes o mundo força sua escolha. Se um homem sabe o que ele é e se mantém verdadeiro consigo mesmo, a escolha não é escolha. Ele precisa seguir o seu destino e se tornar quem ele deve ser, não importa o quando ele odeie.” — BARATHEON, Stannis.

Game of Thrones reforça os problemas que seus personagens enfrentam ao construir paralelos ou conectá-los através de situações que se complementam ou contrastam. Com Hardhome tivemos um episódio em que Daenerys debatia o sistema político de Westeros sem saber que um dos maiores perigos para todo o reino não pode ser resolvido de forma diplomática, fazendo com que suas indagações ressoem e encontrem resposta nas cenas protagonizadas por Jon Snow.

Em The Dance of Dragons, Daenerys, desta vez, é posta em comparação a Stannis. Ambos surgem no episódio enojados pelas decisões que tomaram, mas se diferem no momento em que um sacrifica a sua cria (em um das mais perturbadoras cenas da série), enquanto a mãe dos dragões vai ao socorro de seu filho, Drogon, em um momento de fragilidade do dragão que sempre foi retratado com onipotência pela série.

Tanto a cena de Stannis quanto a de Daenerys são intensas o suficiente para ramificar suas histórias em diversas possibilidades. No que diz respeito ao planejamento do episódio, apresentar dois eventos importantes para o tradicional nono episódio traz muito mais equilíbrio para as histórias do que se a série tivesse optado por focar-se em apenas um deles.

Com Stannis fazendo o sacrifício, temos uma suposta garantia de que ele sairá vitorioso de sua batalha contra os Bolton e, no futuro, ocupará o trono de ferro. Acontece que, apesar do sacrifício, temos uma plateia de soldados de Stannis que demonstraram aparente descrédito, horror e choque na figura de seu futuro rei enquanto Shireen era sacrificada na fogueira. Isso pode nos levar a crer que ele poderá sofrer ainda mais danos em seu já prejudicado exército.

Sabemos bem que os rituais feitos pro Melisandre costumam atingir seu objetivo (a sombra que matou Renly e as sanguessugas que — supostamente — influenciaram na morte de Robb e Joffrey), porém, seria interessante se a série estivesse nos fazendo crer de que Stannis terá seu lugar garantido quando, na verdade, o sacrifício da própria filha de nada adiantará para sua vitória.

Isso transformará a o enredo de Melisandre e trará questionamentos sobre sua fé e as visões que tem nas chamas. Além disso, também colocará em xeque se Stannis é mesmo Azor Ahai reencarnado (como já comentamos neste artigo).

Game of Thrones 5x09 - The Dance of Dragons (1)

Já com a partida de Daenerys, vemos a mãe dos dragões aceitando seu papel ao ser lembrada, simbolicamente, por Drogon quem ela é, deixando pra trás os problemas que a prendiam a Meereen, que se agravarão sem nenhum comandante ocupando o posto (embora seja provável que o enredo que envolva a cidade perca importância a partir de agora).

Além disso, sobra um robusto grupo de personagens que, provavelmente, não poderão permanecer por lá ao passo que os perigos da cidade aumentarem.

Com essas diversas possibilidades, The Dance of Dragons também reservou algum humor nas cenas em Dorne e em diversos diálogos ácidos entre os personagens (principalmente Ellaria Sand). Desta vez, tais cenas vieram mais robustas e trouxeram melhor andamento para esse enredo do que nos episódios anteriores. Fica claro que qualquer coisa que esteja reservado para essa história, ficará para a próxima temporada.

Algo semelhante também acontece com a narrativa de Arya, mas o que torna sua história mais interessante é o fato de já a conhecermos. Sua jornada em busca de uma nova identidade, deixando rancores do passado pra trás, é reforçada neste episódio com a presença de Meryn Trant, protagonizando outra perturbadora (e desnecessária) cena.

Mas é a luta entre as identidades da personagem que torna tudo mais interessante e todo o seu arco na Casa do Preto e Branco mais divertido de ver do que tudo que anda acontecendo em Dorne.

E como Shireen bem lembra, é a escolha dos lados que gera o problema. Em algum momento, a guerra dos tronos incitará uma escolha, que inevitavelmente trará consequências que podem ser difíceis de assistir.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER