Game of Thrones 5×10 — Mother’s Mercy

Fim da temporada de Game of Thrones traz episódio recheado de momentos intensos em todas as suas histórias.

Informação é a chave. Você precisa conhecer as forças e as estratégias de seus inimigos. Você precisa aprender quais dos seus amigos não são seus amigos.” — VARYS

Ver Jon Snow sendo esfaqueado é a cena que todos que leram os livros esperavam acontecer. Essas pessoas, muito provavelmente, estavam menos interessadas na cena do que na reação de quem não sabia o que esperar. Porém, ver que o golpe final foi dado por Olly invoca uma certa revolta. Game of Thrones, nesta temporada, utilizou todos os tipos de violência para invocar reações de nós. Não diferente, Mother’s Mercy vem cheio de sangue para ser derramado.

É interessante percebermos as sensações que o episódio provoca em nós quando vemos que é o sangue dos vilões que está sendo derramado. A morte de Stannis pela Cumpridora de Promessas de Brienne traz o alívio da sensação de dever cumprido e o senso de justiça feita pela honra de Renly. Esse mesmo senso de justiça reaparece no momento em que Arya finalmente consegue riscar mais um nome de sua lista, embora isso tenha lhe custado a visão. Game of Thrones possui um jeito torto de instigar sensações cavernosas em nós e fazê-las parecerem certas.

Game of Thrones 5x10 Mother's Mercy (2)

O castigo é um dos temas do episódio, cujo título remete à penitência de Cersei, uma das personagens cuja vilania é sua maior característica, mas ao contrário de Joffrey e Tywin, Cersei não é pura maldade. Sua confissão faz muito mais do que trazer a esquisita sensação de merecimento pelo castigo. Cersei também ama e mente por isso para salvar aquele que talvez seja a única pessoa a quem verdadeiramente ama, além de poder se reencontrar com seu filho que, mal sabe ela, é o único que sobrou.

É com a sua caminhada da vergonha que a série nos mostra que nem todos os castigos vêm em forma de morte. Cersei é justamente a maior prova disto. Ela pode até não perceber, pois é provável que seu orgulho ferido a torne uma pessoa ainda mais amarga e vingativa. Maior prova disto está em seu novo cavaleiro da Guarda Real, mas Cersei recebeu toda a misericórdia que uma mãe poderia dar.

O mesmo pode se dito no caso de Sansa, ao brincar com nossas expectativas — nos fazendo crer que ela seria resgatada pro Brienne — a série alinhou suas personagens femininas pela força interior delas e as deixou que seguissem seu destino. Pode até não ser uma reparação perfeita às constantes cenas de violência que elas sofrem nas série, mas é importante saber que Game of Thrones sabe o que fazer com elas quando precisa.

É por isso que soa estranha a aparição de Daenerys no episódio. Ao alçar voo com Drogon, ficou implícito que ela queria se livrar de Meereen e do papel que (não) cumpria lá. É por isso que seu imenso Khalasar ressurge para lembrá-la que ela é mais do que a conquistadora de Meereen.

Ela não é destinada a isso, algo que parece não entender quando tenta forçar Drogon a voltar para a cidade, que agora será governada por Verme Cinzento aconselhado por Tyrion. Parece que a série perde a chance de deixar essa história para trás ao manter esses personagens no mesmo lugar e ter tempo para lidar, na próxima temporada, com o que foi pouco desenvolvido: Dorne.

Com este episódio, Game of Thrones nos lembra que uma mãe é uma força implacável e ambígua. Apesar dessa figura não ser o foco de atenção, através de seus personagens, a série invoca esses sentimentos conflituosos que surgem nesse lugar onde a morte é uma certeza diferenciada pelas motivações de quem mata, tornando-os assassinos ou justiceiros. E que misericórdia é tanto um ato de compaixão quanto um golpe que finaliza uma dor. Com o fim desta temporada, a nossa só está começando.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER