Game of Thrones 6×07 — The Broken Man

The Broken Man continua avançando os enredos mais importantes para a temporada, enquanto ainda não encontra uma finalidade para a história de Arya.

Negociar com quem quebra promessas é como construir sobre areia movediça.” TULLY, Brynden

Muito semelhante a Blood of My Blood, o episódio desta semana de Game of Thrones segue trabalhando as narrativas que fortificarão os episódios finais desta temporada. E assim como no episódio anterior, mais um retorno de um personagem para a trama, provando que se a série não mostra um corpo, o personagem pode não ter morrido de fato (Stannis, alguém?).

Sandor Clegane retorna e a série tenta mostrar brevemente uma pequena transformação no personagem, que já não era tão ameaçador quando viajava com Arya durante a quarta temporada. Mesmo com a garota Stark sendo refém do Cão, a interação entre os dois o tornou mais simpático.

E essa característica do personagem se estendeu para uma espécie de humildade que só não foi adiante graças ao extermínio que a Irmandade Sem Bandeiras causou no pequeno grupo que acolheu Sandor, fazendo com que ele retome suas características violentas que são marca registrada do personagem.

Vale notar que esse evento serve justamente para trazer algum equilíbrio para o personagem — que pode até ser simpático -, mas que tem motivos próprios para usar da violência, principalmente agora após ter “renascido”.

Mas não é apenas com Sandor que Game of Thrones aproveita o curto espaço de tempo para mostrar uma narrativa sólida. Em The Broken Man acompanhamos Jon Snow, Sansa e Davos abordando diversas casas do norte em busca de alianças para a batalha contra Ramsay. Cada cena mostra pontualmente os percalços do trio em busca de um exército que seja equiparável ao do oponente.

Usando do humor e do drama, o percurso de Snow e companhia também torna latente o declínio da reputação da casa Stark. Não apenas a influência da família está comprometida com os diversos reveses sofridos, como péssimas decisões cometidas — principalmente por Robb — tornaram mais difíceis as alianças em casas que tiveram que recorrer a ajuda externa para se manterem de pé.

No meio disso, os irmãos Stark divergem em estratégias. Essa breve discussão faz ressoar o aviso de Mindinho há alguns episódios, fazendo-nos lembrar também do questionamento de Brienne sobre o quanto Sansa confia no meio-irmão.

Tudo isso aponta para atual cerco em Correrrio, que traz uma breve e robusta reapresentação do Peixe Negro à trama. Em breves cenas, Game of Thrones foi capaz de mostrar o quanto o personagem impõe ameaça sem entregar os motivos de sua confiança.

Enquanto isso, em Porto Real, a trama pouco avança, mas os diálogos de Olenna Tyrell com Margaery e Cersei trazem vivacidade para a trama, que neste episódio serviu apenas para acompanharmos o desenrolar dos eventos após a aliança da Coroa com a Fé.

Sem muita surpresa, Margaery esteve este tempo todo fingindo aceitar as condições do Alto Pardal. Não era de se esperar menos da neta de quem arquitetou silenciosamente a morte de Joffrey, e ver que há um plano em curso traz de volta a relevância para o núcleo de Porto Real, que nesta temporada tem estado meio opaco.

Ao saber que Margaery tem um plano, Olenna tem mais do que motivos e razão para confrontar Cersei e seu vergonhoso pedido de neste momento de conflitos internos no reino. Em troca, Cersei ouve com todas as letras que seus planos deram errado e que nada pode fazer. Uma verdade que teve que engolir a seco, e que é bastante coerente com o estado decadente de Cersei após a Caminhada da Vergonha. Nem mesmo ter o Montanha como guarda é capaz de garantir a ex-rainha regente como uma ameaça para seus inimigos.

Levando em consideração o título do episódio, Sandor Clegane é a referência mais óbvia para um homem quebrado. Porém, exemplos de homens quebrados não faltam em Game of Thrones, principalmente em uma temporada que tem dado mais atenção à força das mulheres da trama.

Somente neste episódio temos Sandor, Jaime e Theon, que ainda não se recuperou totalmente das torturas físicas e psicológicas de Ramsay. É improvável que ele vá se recuperar totalmente, mas não é impossível que ele volte a ter algum instinto para a guerra que está por vir, principalmente agora que o plano principal é chegar até Daenerys antes de seu tio.

Essa situação os coloca em um impasse do qual eles não tem ciência. Decidida a levar seu exército para Westeros, é mais provável que Daenerys tente uma aliança com Euron para garantir uma frota exatamente do tamanho de seu exército do que dar ouvidos a Theon e Asha.

Enquanto Blood of My Blood e The Broken Man servem para direcionar grande parte da trama de Game of Thrones, algumas arestas ainda precisam ser aparadas pela série. Especialmente Dorne, que permanece desaparecida da trama sem motivos e Arya, cuja história carece de algum confronto, ou finalidade mais objetiva.

Desde sempre a irmã caçula dos Stark tem sido espectadora de diversas situações em Westeros, mas raramente a protagonista. Tendo chegado na Casa do Preto e Branco, Arya embarcou em uma jornada de reafirmação de identidade, que só foi definida no episódio anterior. Agora, um novo contratempo parece desviar seu caminho novamente. Sendo improvável que a personagem morra nesta etapa, justamente porque ainda falta uma finalidade para sua jornada até aqui.

Ainda há muita ingenuidade em Arya que denuncia o pouco avanço da personagem, enquanto outros seguem evoluído a passos largos. Se levarmos o nome do próximo episódio em consideração, No One deverá trazer as respostas e um desfecho satisfatório para a caçula de Ned Stark, que deve beneficiar aquela que tem sido das mais prejudicadas pelo número extensivo de cenas que pouco avançam sua história, indo na contramão desta temporada como um todo.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER