Glee: Canta, Dança, Grita, Ô Ô Ô Ô

Por Rafael Revadam

Eu sou o Rafael e, a partir de agora, ficarei responsável em avaliar o melhor e o pior das séries. Pra começar, resolvi escalar uma série que já deu uma passadinha por aqui, mas depois de tantos números musicais, voltou para mais uma avaliação.

É hora de mostrar O Melhor e o Pior de Glee!

RACHEL E KURT

Muitos vão dizer que vou puxar o saco, mas é impossível lembrar de Glee sem vir à mente os personagens Rachel (Lea Michele) e Kurt (Chris Colfer). Os dois basicamente tem o mesmo sonho: serem famosos. Rachel era muito melhor na primeira temporada, confesso, quando colava uma estrelinha dourada em sua assinatura e corria na esteira imaginando um Grammy como seu objetivo. Nesta terceira temporada ela anda menos individualista, mas isso não impediu que ela continuasse se sentindo a diva e arrasando em suas performances. Já Kurt cresce mais a cada temporada. Se na primeira temporada ele era praticamente do elenco secundário, na segunda temporada ele se mostrou o verdadeiro protagonista — roubando inclusive espaço da própria Rachel. Nesta terceira temporada, ele e Rachel foram uma das melhores duplas (de amigos) da série.

THE TROUBLETONES

Na terceira temporada, após saírem do coral New Directions, Mercedes (Amber Riley), Santana (Naya Rivera) e Brittany (Heather Morris) se uniram a Sugar (Vanessa Lengies) e mais um monte de figurantes femininos e montaram o coral The Troubletones. O coral, rival do New Directons, mostrou uma ótima combinação de vozes e proporcionou alguns dos melhores covers da temporada, como Candyman (de Christina Aguilera) e o mash-up Rumor Has It / Someone Like You (de Adele).

DIVERSIDADE

Dentre diversos méritos, Glee se destaca por mostrar a diversidade na série. Pessoas de diferentes orientações sexuais, etnias e até pessoas especiais — no caso, com síndrome de down — compõem o seu elenco. E o melhor: tem história para todos.

BLAINE

Que Darren Criss é bonito, isso não se discute, e seu figurino também é um dos melhores da série, mas o personagem… Se na segunda temporada Blaine surgiu como um apoio (e futuro namorado) de Kurt, com o decorrer dos episódios, ele se mostrou ‘mais do mesmo’. O personagem se tornou chato, caricato e isso inclusive é perceptível na atuação de Darren, que ganhou diversos trejeitos e ficou com toques afeminados, saindo um pouco da proposta inicial do personagem. Blaine precisa de uma história própria urgentemente!

É TROCA-TROCA GENTE?

Glee bateu o recorde de casais. Sério! Praticamente todos os personagens ficaram entre si! Todas as combinações de casais foram testadas! É claro que uma troca de casais de vez em quando é legal, mas precisa exagerar? Mal acostumamos com um casal e logo ele acaba… Tem que ver isso aí, produção!

HISTÓRINHAS ‘MIOJO’

Na sua primeira passagem pelo Melhor e Pior, Caio disse que faltava liga no roteiro de Glee e eu tenho que concordar. Sabe quando estamos com pressa e fazemos um miojo na correria? Pois bem, parece que os roteiros de Glee são assim, feitos na pressa — três minutos e pronto! Existem umas histórias tão mal feitas que dão até desgosto. Quer um exemplo? No episódio Born This Way, da segunda temporada, descobrimos que a Quinn (Dianna Agron) que conhecíamos era uma falsificada; ela na verdade era gorda, feia, adotava outro nome e se submeteu a cirurgias plásticas para se sentir bem. Oi? Crise de identidade ou Dr. Hollywood?

MÚSICAS ORIGINAIS

Na toda cagada segunda temporada, os produtores da série queriam ganhar uma graninha a mais e tiveram uma brilhante ideia — criar músicas originais para a série. A ideia não é ruim, tanto que Smash esta aí provando que dá para misturar músicas originais e covers num mesmo episódio, mas as músicas originais de Glee ficaram horríveis. São músicas grudentas, de rimas fáceis e que parecem todas iguais. Que bom que a terceira temporada surgiu com o objetivo de consertar todas as besteiras das temporadas anteriores…

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER