Glee: Onde a cantoria rola solta

Quem canta seus males espanta, certo? Bem… Nem todos! Glee é uma série cheia de cantoria, mas também tem lá seus defeitos. É claro que a série é tão divertida que a gente acaba deixando de lado a maioria deles.

Mas que tal esquecer isso um pouco e começar a cantar e dançar do nada… eeerrrr, não! Isso acontece só em Glee! Que tal então listar O Melhor e o Pior… desta série?

Frases e Diálogos

Uma série com adolescentes histéricos, vilã tirânica exagerada e toneladas de referências pop só poderia ter frases e diálogos rididiculamente engraçadas. E isso é muito bom!

‘Golfinhos são tubarões gays’, ‘Sofrimento é ser recusada no cast de S.O.S. Malibu’ e tantas outras maluquices sairam da boca do elenco desta série. Muito melhor do que vê-los cantando é vê-los conversando.

Sue Silvester

Tá certo que a gente seeeeempre se interessa pelo ser humano sem recalques. Personagens assim são historicamente muito melhores e divertidos. Mas se houvesse uma lista de personagens desbocados, Sue Silvester estaria no topo dela, ou chutando a bunda de quem estivesse ali!

Participações Especiais

Da exibição de seu piloto aos dias de hoje não é raro ouvir/ler entrevistas de grandes celebridades dizendo que adorariam fazer uma participação no seriado novo de Ryan Murphy. Já tivemos Neil Patrick Harris, Olivia Newton John, John Stamos, Britney Spears e há promessas espetaculares adiante.

Falta Liga no Roteiro

Se você assumir o nonsense de Glee, vai se divertir ainda mais. Caso contrário, a série pode ter sérios problemas no seu menu de fã de TV. O roteiro desta é na verdade uma grande colcha unindo as mais diferentes músicas.

A verdade é que o roteiro da série, a maior parte dele, serve apenas para ligar uma música na outra e dar o mínimo de sentido para a trama. Mas, na maioria das vezes, isso não acontece e já virou piada até entre aqueles que escrevem. Mesmo assim, ele é sempre divertido e emocionante! Quem liga se soa esquizofrênico?

Músicas que Ninguém Conhece

Isso sim é chato!!! Mas dá para entender. Uma série norte-americana vai mesmo trazer clássicos da cultura de lá de cima, e vale ressaltar que a gente não conhece todas elas — afinal a série sabe se servir de famosos números musicais da Broadway, um pouco afastada de nossa realidade, ou de clássicos de gerações mais antigas.

Pra gente pode soar um tanto estranho. O bom é que há sempre uma música ou outra que a gente conhece.

Hype que atrapalha

Por ser tãaaao comentada, tão bem falada, tão superestimada, Glee às vezes acaba não surpreendendo. Muitas pessoas podem esperar algo mais especial do que é realmente exibido, mas a culpa é do boca-a-boca.

Quem disser que o sucesso e a fama tem apenas o lado positivo estará mentindo, e Glee (e a gente) sofre com isso. A expectativa com novos episódios será sempre alta. E isso é perigoso.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!