GoT 2×03 — What Is Dead May Never Die

“Os dragões se foram, os gigantes estão mortos e as crianças da floresta, esquecidas.” — Maester Luwin.

Vamos combinar que o episódio dessa semana foi melhor que o da semana passada? Ok. Combinado! Agora que Jon e nós sabemos que esses tratos do Craster com os White Walkers são conhecidos do Lorde Comandante, ficamos imaginando: o que mais eles estão escondendo? Pode ser bobeira minha, mas me lembro que na primeira temporada Mormont (na verdade, ninguém) parecia acreditar muito nos White Walkers e quase foi atacado por uns mortos-vivos, quando Jon o salvou. E agora parece que ele simplesmente entende do assunto? Engraçado… Me conta mais, Lorde, me conta!

Gostei muito da pequena cena do Bran, só não entendi oprque o Mestre mandou acorda-lo para as lições e depois o deixou na cama, tranquilo. Ou será que aquelas conversas foram depois das lições? Não sei. Só sei que adoro papos sobre magias e histórias antigas. Fico torcendo para Bran ser realmente especial. Ele é tão legal e esses sonhos dele me intrigam desde sempre.

Renly Baratheon dando uma de rei com um grande exército já em sua primeira cena na temporada foi interessante, e me intriga ver como essas pessoas simplesmente se intitulam reis e colocam coroas na cabeça e pronto. Mas para mim, ele não chega nada perto daquela mulher dele, Margaery Tyrell. Gostei dela. Ela, como todos os bons personagens da série, entendem o Jogo dos Tronos e vale a pena notar que cada suposto rei tem uma pessoa forte ao seu lado. Margaery, Melissandre, Cercei e Tyrion, Catelyn, Yara e por aí vai…

Mas Renly tem também a Brienne, que acabou de aparecer na série. Ela definitivamente se destacou como durona, não é?, ganhando a disputa entre os guerreiros e garantindo seu lugar entre os melhores. É uma pena que ficamos só nisso nesse episódio — quero saber mais sobre ela!

O drama de Theon também é muito interessante. Ele defende Robb e respeita a criação que teve, mas a aprovação do pai dele é ainda mais importante. Fiquei fascinado por aquela cena dele no escuro, só com uma vela acesa e uma carta na mão, decidindo de que lado ficar. Lindo! As cenas dele foram as mais emocionantes do episódio e Alfie Allen esteve ótimo de ponta a ponta. Só que fiquei preocupado com o futuro de Winterfell! O que será do Norte?!

Já o drama de Sansa parece um pouco pior que o de Theon (ou não), tadinha. Ela tem que viver com as pessoas que mataram o pai dela e que querem matar o irmão. E tudo o que ela pode fazer é soltar umas frases padrões e descontar nas empregadas. Fiquei um pouco triste também por Cersei que agora tem que se limitar a refeições familiares e reclamar dos destinos que Tyrion arranja para a filha dela.

Enquanto isso, a nova empregada de Sansa é a adorável amante de Tyrion, Shae, que cansou de ficar presa no quarto. Ainda não sei qual é a parte dela nisso tudo (mas imagino que Tyrion ainda vai se dar um pouco mal por causa dela), então vou me limitar a falar de Tyrion, que começou um jogo muito complicado com os membros do Conselho. Enviar cada um para um lado diferente com mentiras deslavadas que a Rainha não pode ouvir parecia perigosíssimo e acho que problemas ainda vão resultar dessas armações dele. Mas adorei o fato deles pegarem o Pycelle… Disse em outra resenha que tinha medo do que ele poderia fazer e, pelo visto, Tyrion também. E nesse domingo descobrimos que foi ele o responsável pela morte do antigo Mão do Rei , Jon Arryn! Safado! Até Varys gostou da coisa e começou a elevar o ego de Tyrion — até porque ele já percebeu que quem não está do lado do pequeno acaba se dando mal.

E no final, a adorada Arya. Acho que apreciava mais as cenas felizes dela aprendendo a usar a espada na primeira temporada, mas não posso dizer que, de um jeito ou de outro, ela continua recebendo lições de vida diariamente. Nesse sentido, Yoren acabou sendo parecido com Syrio. Fiquei triste que Yoren morreu (apesar de ter adorado o fato dele não ter caído mesmo depois de morto!), porque ele era fiel ao Ned. Uma pena. Mas agora, basta torcer para que os soldados fiquem satisfeitos com o capacete com chifres e deixem os pobres garotos irem embora! Se não, Arya e Gendry simplesmente caíram nas mãos dos Lannisters. Medo!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER