GoT 2×10 — Valar Morghulis [Season Finale]

“Três toques?! Corram!” — GrennEdd.

O último episódio da temporada seguiu o estilo dos episódios anteriores, quebrado apenas pelo Blackwater: várias cenas de vários personagens, contanto várias histórias ao mesmo tempo. Ele também lembrou o último episódio da primeira temporada, que também estava na sequência de acontecimentos muito importantes e, por isso, tinha como objetivo concluir as histórias e preparar novidades para a temporada seguinte.

Para começar, Maester Pycelle me dá algum medo desde que percebi que ele não é tão frágil quanto parece, lá na primeira temporada. Nesse último episódio, tivemos mais uma demonstração que ele, ao contrário de muitos, está jogando o tempo todo.

Ainda entre os membros do conselho do Rei, achei muito interessante que Varys tenha tomado a decisão de plantar um espião para Littlefinger, que ganhou Harrenhal de presente do rei, pela ajuda na guerra. E por falar em guerra, agora que Tywin assumiu como Mão do Rei, o que sobrou de Tyrion? O corte no rosto dele não ficou ruim. Tenho certeza que, na temporada que vem, estará ainda melhor, cicatrizado. Soube que nos livros ele tem o nariz mutilado, o que o deixa realmente grotesco, mas para o bem de todos, a cicatriz foi uma escolha melhor.

Enquanto isso, Stannis volta para casa e ouve mais baboseiras de Melisandre. Eu achava que ele ia bater as botas ainda nessa temporada, mas parece que alguém realmente acredita que ele será rei. Fiquei um pouco comovido quando ele admitiu a tristeza de ter matado seu próprio irmão, mas agora é olhar para frente, querido.

Sansa se sentiu rapidamente livre quando Joffrey decidiu se casar com Magaery Tyrell, mas a pequena conversa com Lord Baelish nos faz voltar a pensar que ela ainda tem muito com o que se preocupar. Ao contrário do que acha Baelish, creio que Sansa consegue mentir relativamente bem — afinal, ela está aprendendo ainda — e acho que ela pode sobreviver aos mentirosos da corte. Adorei, entretanto, a mudança rápida entre as risadas de felicidade e a cara triste e padrão que ela aprendeu a manter em King’s Landing. Essa menina ainda vai longe! — espero.

Robb encarando a mãe dele também foi um bom momento. É o garoto assumindo sua posição de Lorde e Rei, não é? Mas é claro que ele vai entrar em uma fria por não se casar com a garota Frey! Só que como ele diz, fazer essas coisas está na família. Só não esperava que ele fosse se casar agora! Isso é que é ser apressado.

Ele terá muitos problemas na temporada seguinte, sem saber onde estão seus irmãos e tentando tomar uma King’s Landing agora protegida pelos Tyrell e pelo exército de Tywin. Será que ele vai conseguir se manter Rei do Norte? Vale lembrar também que Jaime Lannister está caminhando de volta para a capital do império. Gostei muito de Brienne (que andava sumida) e seu código “eu não sirvo os Stark”. E pelo menos agora, Jaime sabe do que ela é capaz! Ficou com medo da morte lenta? Eu fiquei.

E por falar no norte, preciso comentar o discurso do Theon tentando instigar seus guerreiros a lutarem contra 500 soldados nos portões de Winterfell. E eu dei várias boas risadas entre ele levar aquela pancada na cabeça e Maester Luwin ser atingido. Tadinho! Ele não merecia isso. Fiquei com muita pena. E logo ele que tinha acabado de ter uma linda e comovente cena, com belas frases ditas com um confuso Theon.

Eu ainda penso no que liga Osha a Bran e Rickon, mas ela tem se tornado uma boa protetora, não é? Ela e Hodor são uma dupla inesperada na salvação dos Stark. Não sei dizer se eles vão chegar na Muralha (as coisas não dão muito certo para os Stark!) mas também, de que adiantaria, agora que há um exército assustador marchando naquela direção?

Daenerys estava mais do que linda naquele vestido, não é? Fantástico. Ela se deu mal por muito tempo já, e precisava ve-la triunfar. Ve-la com Jorah e o dothraki só me faz lembrar que muita gente já morreu por causa dela. Mas quem precisa de todo o resto quando se tem dragões?

As cenas dela passando por suas tentações (o que pareceu a sala do trono, e até Khal Drogo, em uma aparição mais que especial com o filho) foram belíssimas e muito poéticas, com a neve caindo e o sol atravessando os finos panos da tenda. Me fizeram lembrar como ela teve de abrir mão, às vezes de maneira forçada, para caminhar na direção do seu sonho. Só não esperava que aquele senhor cruel da Casa dos Imortais fosse morrer tão rápido.

Mas a melhor cena do dia (inclusive para a trilha sonora, que esteve especialmente boa e emocionante nesse finale) foi Dany prendendo Xaros e aquela traidora maldita no cofre vazio. E eu gostava tanto dela… Que morram! Uau, foi muito massa! Triunfo total da nossa Mãe de Dragões! Go Dany!

Quanto a Arya, que também esteve ausente, eu daria 5 euros para que ela fosse para Braavos com Jaqen. Seria muito massa se ela aprendesse algumas coisas para matar todo mundo! Quem sabe entrar para a guilda dos Homens sem Rosto, assim como Jaqen? Por falar nisso, foi uma boa revelação, não é? O amigo da nossa queridinha é especial. Mas quando ela diz que tem que salvar até a Sansa é que a gente percebe que o sangue fala muito alto entre os Stark.

Fechando o papo dos filhos de Ned, a triste cena de Jon Snow foi muito impactante. Dava para sentir aquela confusão dentro dele. Imagino que Halfhand preferia morrer nas mãos de um dos fiéis Guardiões da Noite do que nas do traidor Mance Rayder, e Jon, novo, teria mais chances de se safar ao mata-lo.

Mesmo assim, quantas pessoas Jon já matou? Provavelmente, nenhum humano. Espero que as coisas melhorem para ele. Ou melhor: esperava. Sei que eu disse que a melhor cena foi a Dany triunfando em Qarth, mas devo admitir que ela divide os créditos com a cena final, com Sam se escondendo e Grenn e Edd correndo desesperados dos três toques: o sinal para White Walkers. Deuses, o que foi aquele exército de zumbis atravessando as terras geladas, e digo mais, o que foi aquele White Walker em cima de um cavalo morto-vivo? Mal posso esperar para ver o desenrolar disso!

Valar Morghulis foi um episódio muito bom, que claramente não teve o impacto do anterior, mas fez o que tinha que fazer, e muito bem. Muitas coisas se arranjaram e muitas outras encontraram seus caminhos para a próxima temporada. Já foi dito que a terceira dividirá o terceiro livro ao meio, então podemos dizer que tem muita coisa preparada para a gente para as próximas duas temporadas.

Enquanto elas não chegam, não deixem de comentar esse finale ótimo! Até a próxima!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER