GOT 3×06 — The Climb

O caos não é um buraco, o caos é uma escada.” Petyr Baelish

As pessoas que assistem a Game of Thrones esperando um épico de grandes batalhas estão enganadas. Não que a série tenha as enganado, mas o histórico de histórias semelhantes preparou o espectador para relacionar sagas assim com caminhos desse tipo. Não que Game of Thrones não tenha isso, e nem vá ter. Mas não se trata de uma guerra entre reinos, e sim um conflito, e conflitos podem seguir e ser resolvidos por linhas diferentes. E no mais, Game of Thrones não é um épico, e isso se dá pela ausência de um herói.

Esperar isso é o que frequentemente dá a impressão de que a série está “parada”, que pouca coisa acontece. A verdade é que tudo está em movimento constante, e os diálogos são tão espertos que são o suficiente para propulsionar a história. Talvez seja por isso que Game of Thrones parece que está sempre apenas te preparando para o próximo episódio. As coisas passam e você mal percebe, porque a trama não está só no campo de batalha, nos dragões e na magia. Pode não parecer, mas a maior parte da trama está nas palavras.

Quanto ao herói, Daenerys e Jon são os que mais se aproximam do termo, mas ainda não estão lá. Qualquer roteiro ou livro que acompanha uma saga se baseia, mesmo que em poucas escalas, no monomito, a estrutura clássica estabelecida pelo antropólogo John Campbell. Ali, é ditado que o herói é o protagonista falho que sofrerá as mudanças que a saga tem a lhe implicar, e crescerá com isso. É onde os dois personagens citados mais se encaixam, mas dividem o palco com tantos outros protagonistas, que dali nunca se sabe o que esperar.

Game of Thrones 3x06

E é justamente Jon Snow que nos interessa tanto aqui. Conseguiu uma parceira que não permite que ele faça drama, coisa que era comum no personagem. Ele só cresce, e a caminhada tem sido dura. No caso desse episódio, está mais para uma subida, que em uma narração bem posicionada e escrita, conectou vários personagens em uma única busca; a que eles acham que é pelo poder e pelo certo, mas que só os levará ao caos.

Até com Arya isso se aplica. Sempre tão justa e inconformada, acabou levando uma previsão no meio da cara por Melisandre (e que cena inesperada e instigante a das duas). Uma analogia escancarada da fé cega pelas entidades supremas, o famigerado Deus da Luz tem poderes que até a mais fervorosa seguidora desconhecia. Sua misteriosa maneira de trabalhar agora envolve Arya e Gendry. Nos faz pensar que, de fato, essa força está presente não só como uma forma de magia, mas como uma entidade de fato, que uniu os caminhos de quatro personagens; dois que espalham sua palavra, um de quem ele precisa e uma que serve como uma sombra para sua “luz”.

Game of Thrones 3x06 (2)

Lá do outro lado, os personagens mais incabíveis da televisão nos assombram semanalmente, e parece que quem sofre é somente Sansa, Sansa, Sansa. Perdeu o noivado com Loras, perdeu a carona pra casa, perdeu o “aliado” Baelish, e saiu só com um Tyrion de presente. Não se brinca com o caos. E em um núcleo com tantos agentes do caos (só de sangue Lannister tem três), quem se envolve sem a força necessária acaba morto. A vítima dessa vez foi Ros (e que imagem assustadora a dela morta!), e Joffrey, com seu brinquedinho novo e falta de cinta, cria em cima de si uma figura de um caçador que elimina quem não sabe jogar aquilo ali.

Aí volta para a teoria de Baelish sobre a escalada. Varys contrapõe com a ideia de que o caos é um buraco onde caímos, mas o Mindinho acredita que o caos nada mais é que uma outra forma de ascensão. O ideal explorado é de que a intenção nada vale se a execução não foi de bem. Snow estava de fato escalando um muro, torcendo por uma visão do mundo todo com a namorada do lado, mas incerto do que aconteceria ao chegar lá. Robb mal sabe o que faz e troca de planos diariamente, e Daenerys acredita piamente que suas intenções são as melhores, mas acaba enevoando o fato de que está trazendo ao outro continente uma chacina aterradora. As famosas intenções são desvirtuadas em cada um destes casos. Mais uma vez, Game of Thrones não tem um herói.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER