Gotham 1×12 — What The Little Bird Told Him

Agora vejo o mundo como ele realmente é: uma fábrica abandonada cheia de máquinas quebradas”. — GRUBER, Jack

Aparentemente, What The Little Bird Told Him veio para recuperar o fôlego de Gotham. Digamos que a midseason première não tenha ficado exatamente boa, mesmo com a promessa de acontecimentos macabros em Arkam e a fuga do Eletrocutador, que nesse episódio volta para resolver assuntos pendentes.

Bom, de fato The Electrocutioner fez sua aparição, caçando ninguém menos que Don Maroni, mas nem de perto o pano de fundo para o regresso do detetive Gordon para GCPD foi a parte mais interessante do episódio. Enquanto Jim e Bullock corriam contra o tempo para encontrar Gruber e seu fantoche, o clima esquentava nas relações entre Fish e Falcone; havia chego o momento de dar a cartada final, e tudo correria bem para mama Mooney se não fosse por um simples detalhe, Pinguim. O personagem, que rapidamente ganhou destaque na série, sendo amplamente elogiado tanto pelos fãs quanto pelos críticos, tem tido dias não muito fáceis. Assim que Liza é falsamente sequestrada por Fish, o delator é acionado por Falcone, e ele quase consegue sair, se não fosse pela intrusão do nosso vilão da noite, que quer acabar com seu atual chefe de mentira, Don Maroni.

Depois de levar um baita choque, Pinguim e Maroni são levados por Gordon para GCPD, como iscas para atrair o eletrocutador. Ainda na ambulância, atordoado pelo recente ataque, Pinguim solta que precisa tratar de negócios com Falcone. E se seu dia já estava ruim, a tendência era sempre piorar. Esse contexto enrola um pouco as coisas para que o restante da história tenha tempo para se desenvolver.

MV5BNjE2OTY0NjgzMl5BMl5BanBnXkFtZTgwMjI3NzA4MzE@._V1__SX891_SY570_

Não contei quem ajudou Jim a chegar até Maroni como alvo principal de Gruber: ninguém menos que a personagem de Morena Baccarin, a dra. Thompkins, que anda dando mole para o nosso detetive favorito. E por fim já vou contar que rolou beijo, com direito a Jim de regata branca saindo do banho, já vestido (infelizmente), ela toda desconfortável e ele lasca um beijão. Mas alguém tem que interromper, claro; mas era o fim do episódio e valeu o novo casal da série. Muito melhor que a chata da Barbara, que foi procurar asilo na casa dos pais, e acabamos descobrindo porque a moça é tão chata: os pais dela são os mais estranhos do planeta, ricaços que tratam a filha como uma estranha pedindo abrigo.

Conversas formais, tomando chá, ninguém relaxa, se abraça ou coisa parecida, há muita tensão e ressentimento entre os personagens. Talvez tenhamos mais pitadas sobre a vida da loira no futuro, mas ao que tudo indica ela é mais um daqueles casos de menina rica que desafia os pais e acaba como uma rebelde sem causa, casada com um policial pé rapado, que apesar de ser gato e ter voz de vilão, é bonzinho e tem um nariz estranho que consegue ser sexy ao mesmo tempo, vai entender.

Pinguim, no entanto, finalmente consegue chegar a Don Falcone, que já havia até aceitado o fato de que deveria sair de Gotham com Liza e viver no campo. Na verdade, ele estava gostando da ideia de finalmente se aposentar, porém, quem não estava gostando nada disso era o cara estranho, sem cabelo e sem sobrancelhas, Zsasz. Ele estava doidinho pra sair matando todo o pessoal da Fish, inclusive ela, e Cobblepot meio que salvou o dia do cara, quando ele chega e revela que Liza é mais um peão de Mooney. Aí as coisas mudam de figura, e Falcone vai atrás de sangue, ou nem tanto sangue, afinal, os roteiristas não seriam malucos de matar a personagem de Jada Pinkett Smith, ela arrasa sempre. E Pinguim finalmente tem seu momento de glória, depois de Falcone estrangular Liza na frente de todo mundo, claro, o que deixa tudo mais macabro e Fish ainda mais chateadíssima. Tudo isso resulta em um Falcone mais “vivo” do que nunca e ao que tudo indica essa história só serve para complicar a vida de muito mais gente, é só sentar e esperar.

Por enquanto, temos Jim de volta a seu cargo de detetive, com um novo romance, e tudo que podemos esperar são mais episódios bons para Gotham. Destaque adicional ao Nigma, que mais uma vez deu o ar da graça no episódio, mostrando que parte do seu futuro como vilão vem de um passado como rejeitado e mal entendido nerd apaixonado por charadas. Mais uma escolha de elenco acertada, como a maioria até agora. Gotham já foi oficialmente renovada e tudo mais, eu só espero que a série tenha temporadas suficientes para começar a trabalhar os personagens que hoje são mais jovens. Mas esse é um futuro incerto ainda, vou ficando por aqui e até a próxima pessoal.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER