Grey’s Anatomy 11×22 — She’s Leaving Home

Grey’s Anatomy conseguiu voltar de um episódio emocionante e se tornar o pior novelão da tv americana.

O carrossel nunca para!”- GREY, Elis

Se alguém tinha alguma dúvida de Grey’s Anatomy ter virado uma novela, o episódio de hoje veio para provar que sim. Teve de tudo: flasbacks, gravidez, dramas sendo resolvidos em 5 minutos, lapsos de tempo e muita trilha sonora para ganhar tempo. E, olha, foi tempo viu? 1 hora e meia de “embromation”.

She’s Leaving Home foi um episódio em que eles (os produtores) tinham que compactar a reação de 10 personagens em um capítulo só. Teve a reprise da maldita cena da Mer desligando os aparelhos e ela dando a notícia para todos (rolou até um desmaio…). A partir daí foi uma chatice sem fim… serio… Para que fazer um episódio tão longo sem nenhum sentido? Não seria melhor escrever na tela “ 1 ano e meio depois…” e começar daí?.

Tenho certeza que ninguém deu a mínima para as histórias, tanto a dos personagens quanto a dos pacientes. Um desperdício de roteiro. Eu amo Grey’s Anatomy, sei que estamos na 11ª temporada e tenho que dar um desconto, mas também sei que eles têm muito mais potencial que isso… Ô se tem!.

GA 11x22

Mas ok, vamos lá… Meredith faz as malas, pega os filhos e some (assim como a mãe dela). Ninguém tem noção do seu paradeiro e o único mais preocupado é Alex (sempre ele). Eles bem que podiam negociar com a Sandra Oh e traze-la só para uma participação, né? Quando que a Christina iria abandonar a melhor amiga nessa situação? Nunca… Ah! A melhor parte é que Mer está gravida! Sim, o novelão não deixou escapar nenhum clichê… Baby Elis nasce e todos retornam para a antiga casa.

Amelia entra em negação e mantém a encenação até o final do episódio quando ela vê Owen (depois falamos mais sobre isso) e surta. Compra as drogas de um medico (???? Oi??? ) e decide que a vida dela não vale mais a pena, todos morrem e ninguém confia que ela é capaz de se cuidar sozinha (o que não deixa de ser verdade). Tudo dá certo, Owen salva a pátria depois de passar 6 meses (ou mais…nem sei) em combate com a April. Sim, isso mesmo.

April Kepner joga tudo pro ar e vai salvar vidas no exercito americano. Óbvio que Jackson não ficou nada feliz e entre ligações picotadas, uma iminência de bomba e 2 semanas sem contato, April retorna para casa e tudo continua lindo entre eles (ai se fosse a vida real!!).

Bailey e o marido conseguiram ter o pior plot do capítulo, e olha que teve a história das amigas queimadas com a Jo que não foi fácil de aturar…. Ainda bem que Bailey é extremamente carismática e só assim para aturar 30 minutos de discussão sobre o que cada um deveria fazer caso ficasse em coma e preso às maquinas. Desnecessário.

Nosso querido chief finalmente conseguiu casar com Catherine, vou poupá-los dos acontecimentos porque não fez sentido algum e Callie salvou a vida daquele policial que pediu um encontro com ela à uns 2 episódios atrás.

Pronto, eu juro que foi isso…. Não tem mais o que falar sobre esse episódio. Vamos rezar para os próximos e últimos serem melhorem e menos enrolados.

E vocês? Curtiram?

PS: A única cena maravilhosa foi Mer pegando a touca do Derek. Emocionante!!

PS2: Ai gente…. nem assiste o trailer porque está decepcionante…. É isso mesmo Amelia?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER