Guia Glee: The Rocky Horror Picture Show

Pra você que estava super ansioso por mais este episódio de Glee, mesmo sem nem saber o que é The Rocky Horror Show, montamos este post que conta algumas coisas que você precisa saber sobre esse cult musical, que é praticamente uma religião para alguns cinéfilos mais malucos.

The Rocky Horror Picture Show é um filme de 1975 estrelado por Tim Curry e Susan Sarandon. Tem ainda a participação de Barry Bostwick (que participa do episódio chantageando Sue em troca de um Emmy Local) e Richard O’Brien. A sinopse é a coisa mais linda de Deus, presta atenção:

Após se noivarem no cemitério de uma Igrejinha, Janet e Brad seguem o caminho de volta ao lar quando o pneu do carro estoura próximo a um assustador castelo que, na verdade, é uma nave espacial. Nele, vive a travesti Dr Frank-N-Furter, um alienígena nascido no planeta Transexual, na Galaxia de Transylvânia. Bem nesta noite, ele reune o mais baixo calão da redondeza para conferir o resultado de sua nova experiência: um homem nórdico bronzeado e musculoso, 0% de gordura, que ele criou e deu vida em laboratório.

Já pode dizer que este musical totalmente trash é uma ficção científica musicada de muito mau gosto e que, por isso, deve ser adorada? Além de ter um travesti alienígena como um dos personagens principais e mais carismáticos, tem canções ótimas e planos de câmera assustadores de tão ruim.

Em Glee teremos as seguintes canções:

Science Ficticion Double Feature — Tema de abertura do filme, cantado por uma boca gigante.

Damn It, Jannet — Brad se declara a sua amada e virgem Jannet, com muita dificuldade.

There’s A Light (Over At Frankstein Place) — Chegada de Jannet e Brad ao Castelo.

Time Warp — Brad e Jannet conhecem a criadagem e os convidados para a até então festa que estará rolando.

Sweet Transvestite — Apresentação do ‘vilão’ da história, Dr Frank-N-Furter.

Whatever Happened To Saturday Night — O personagem Eddie foge de seu calabouço, causando frisson geral.

Touch A Touch A Touch A Touch Me — Jannet, após ser ‘molestada’ pela travesti, pede para Rocky Horror (o musculosa 0% gordura) transar com ela.

PERSONAGENS

O melhor do filme é com certeza os personagens mais nonsense que você já viu por aí. Pelo que se pode ver nas fotos que vazaram, e pela trilha da série, alguns personagens de Glee já são apostas certas para as tais criaturas.

Jannet (Rachel) — No filme, ela é vivida por Susan Sarandon. É uma jovem virgem que quer muito se casar com seu amor, Brad. Ela é toda cheia de não me toques, mas entre quatro paredes se mostra a maior safadinha.

Adam (Finn) — O herói do filme, o homem todo certinho que acaba perdido com sua namorada, indo pedir ajuda no castelo mal-assombrado que na verdade é uma nave alienígena.

Frank-N-Furter (Mercedes) — É o travesti alienígena que está em busca de diversão e sexo, além de um pouquinho de fama e adoração. Vindo do planeta Transexual, da Galaxia de Transylvânia, acaba de finalizar a obra-prima de sua vida: um homem super gostoso criado em laboratório.

Rocky Horror (Sam Evans/Will Schruster) — A criatura espetacular que resulta do experimento de Frank e vive de shortinhos dourado, mas na Fox vai usar um macacão enorme.

Riff Raff (Kurt) — O mórdomo esquisito.

Magenta (Santana/Quin) — A governanta da mansão/nave espacial alienígena.

Columbia (Britanny/Tina) — Uma groopie de Eddie.

Eddie (Mike Chang/Dr. Carl) — O sobrinho entregador desaparecido do cientista alemão paralítico Dr Everett, motivo pelo qual este último chega ao castelo na hora do clímax.

Dr. Everett V Scott/Criminologista (Artie) — Na verdade, Artie assume o papel de narrador do causo (ou Criminologista) ao final do episódio. O papel dele é o de um cientista nazista paralítico que vem investigando Frank.

UM VERDADEIRO CULT

E é exatamente por isso tudo que é um cult. Quando estreou, nem preciso dizer que grande parte do público torceu o nariz. Mas sempre tem aquela gente que curte uma coisa podre, né? Afinal Elvira Rainha das Trevas não teria sido um sucesso, nem Labirinto, do David Bowie.

O filme saiu de cartaz sem muito alarde, porém alguns fãs da película fizeram questão de exibir o filme toda sexta-feira a noite, ininterruptamente. Nestas exibições todos iam caracterizados (de travesti!!!) e cantavam a música em alto e bom som.

Como se não bastasse, há ainda uma interação entre plateia e filme. Em alguns momentos de palavra-chave, como quando um dos personagens fala a palavra hot-dog, o pessoal joga Hot-Dogs na tela!!! Imagina que espetáculo.

Depois de ler tudo isso, diz aí se The Rocky Horror Show não é a melhor sacada para um episódio de Halloween de Glee?

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!