Hannibal 3×08 — The Great Red Dragon

Finalmente Hannibal entra em território de Dragão Vermelho e entrega mais um episódio fabuloso.

Eu te encorajaria, como amigo, a não passar pela porta que [Jack] abriu. É escuro do outro lado e o caos te aguarda.” — LECTER, Hannibal

Depois de mais da metade da temporada colocando Will e Hannibal em uma batalha final, chegamos no ponto que a série começa a trilhar mais o caminho literário em que foi baseado. Agora sim estamos no ponto central da trama de Dragão Vermelho.

Dolarhyde, o Fada-dos-Dentes, é uma pessoa bem conturbada. A série fez questão deixar este episódio quase mais para isso. Seu método é a pura crueldade. Durante a visita de Will à casa das vítimas pudemos sentir isso.

Não que Hannibal ou qualquer outro não fizesse crueldades mas o Dolarhyde encorpora a crueldade. Ele tem mais de uma personalidade e, sua outra, é não menos que o próprio dragão vermelho que é mostrado nas pinturas de William Blake.

Hannibal_3x08

O autor fez estas pinturas como encomendas para ilustrar bíblias no período, no início do século XVII. São, ao todo, três delas mas somente a primeira, O Grande Dragão Vermelho e a Mulher Vestida de Sol, interessa aqui na série. A pintura é uma referência a um trecho da bíblia que diz:

… e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas. (…) e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho.” — APOCALIPSE, 13:1

Ou seja, o dragão vermelho, tanto da pintura quanto a outra faceta de Dolarhyde é, se não, a maldade e a crueldade personificadas. E essa crueldade não acaba somente ao matar, mas também ao torturar sua personalidade principal.

Mas a principal parte dele também não é lá uma flor que se cheire também. Pudemos ver ao longo do episódio como ele possui uma obsessão doentia por Hannibal e, inclusive, seu alter ego. Infelizmente, o episódio não aprofundou bem mais no personagem aqui, afinal haviam outras histórias. Mas foi incrível como a série conseguiu passar tanta coisa sobre um personagem sem nem sequer dar à ele uma linha no texto.

Foi também interessante ver como Will se entregou tão facilmente para voltar a trabalhar com Jack. Apenas precisou de uma pequena conversa com Molly para ele ir logo. É quase um vício, apenas precisou de um pequeno empurrão para retomar tudo. Não só isso, como também para querer conversar com Hannibal.

E, aparentemente, Hannibal também manteve um certo interesse em mentes insanas mesmo preso. Ele andou de olho. Com certeza, tem coisa aí.

Mais um episódio fabuloso para lista. Foi emocionante ver Will retornando às suas raízes e entrando a fundo na cena do crime. Talvez o episódio, em sua construção, veio passar a ideia de que as situações nunca mudam. Uma tristeza que estes podem ser mesmo os últimos episódios da série.

#SaveHannibal

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER