Homeland 4×04 — Iron in the Fire

Homeland se apoia em Carrie Mathison — uma das melhores protagonistas da atualidade — para disfarçar sua extrema cautela.

Ele não vai a lugar algum, Fara.”— MATHISON, Carrie

Contar uma história pode ser complicado. Nessa temporada, Homeland foi além quando o assunto é a história. Se aventurou e mergulhou fundo na cultura do Oriente Medio e também na complicada mente de sua protagonista. Mas algo ainda está faltando.

Primeiro de tudo, quero ressaltar o quão animador é ver a série respirar novos ares. Ainda que Langley tenha sido palco das principais reviravoltas desde a estreia, é muito bom ver Carrie trabalhando em um lugar novo com uma nova equipe — bem inusitada, por sinal.

A presença de Saul volta a fazer sentido após ele pressionar Carrie sobre os últimos acontecimento e como ela tem reagido. Algo simples, que estava bem na nossa cara o tempo todo. O Plot do Quinn está cada vez mais bem construído — até o garotinho assassinado na 3ª temporada ganhou um nome. O personagem tentou alertar a ex-agente da CIA sobre o risco que ambos correm fazendo o trabalho que fazem, o de passaram a ser os “bad guys” da noite pro dia. Carrie está passando por essa transição nesse momento? Esse parece ser o elemento X da narrativa.

Iron in the Fire nos fez andar em círculos no começo, mas duas reviravoltas tensas marcaram a segunda parte do episódio. Uma veio a tona graças a Fara e outra, graças a genialidade de Carrie. A cena causou um misto de sensações no telespectador. Foi embaraçoso, ok. Mas aposto que você também quis gritar para o mundo o quão sem limites Carrie Mathison é.

Pelo que foi dito, ela vai fazer com Aayan o mesmo que fez com Brody para chegar até Abu Nazir. Da última vez, essa história não acabou nada bem e tenho lá minhas dúvidas se aqui será diferente. Se o plot já usado antes, não importa. Importa que ele ainda é eficaz, afinal, quem não está ansioso para ver o que os próximos episódios nos reservam?

Os novos arcos que surgiram não chamaram atenção e nem se mostraram úteis para o saldo final da temporada. Há outras perguntas chaves para nos importarmos: Fara obedecerá Carrie e usará Aayan como bode expiatório mesmo sem concordar com isso? E o garoto, até que ponto está comprometido com a falsa morte de Haqqani e o atentado contra Sandy? A multifacetada protagonista alcançará êxito em seu trabalho?

Após um episódio fraquíssimo, Homeland se recupera. Porém, tem de se lembrar de algo: uma boa história não se faz apenas com bons personagens e cenários. É necessário que se encontre o ritmo adequado para tudo simplesmente fluir e não parecer tão calculado; e também, precisa haver um discernimento entre o que é realmente importante, e o que pode ser deixado de fora.

P.S. Alguém shippa Carrie e Aayan?
P.S.² Momento WTF?: Max olhando torto pro Quinn.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER