Homeland 5×08 — All About Alison

Homeland recorre a flashbacks no explicativo All About Allison.

Ai, meu Deus! Allison.” — MATHISON, Carrie

Em um episódio totalmente novo para os padrões de Homeland, os roteiristas conseguiram conter a enxurrada de informações trazida por Oriole. E, afinal, não foi tudo apenas sobre Allison. Até o Brody deu as caras!

Intercalando flashbacks explicativos ao tempo presente, a série de Alex Gansa trabalhou fora da zona de conforto. Vimos a trama principal avançar ao mesmo tempo que conhecemos Allison Carr e sua ascendente carreira: de analista ambiciosa à infiltrada na Central de Inteligência. Um trunfo na mão dos russos.

A personagem de Miranda Otto sempre teve uma certa dificuldade em se aproximar do público. Isso não se deve a atuação da atriz, mas sim a uma falha na hora de trabalhá-la. Não sabíamos direito qual seu passado com a Carrie, não entendíamos bem sua relação com Ivan Krupin, e nem tínhamos ideia de quais são suas aspirações, seus medos e inseguranças. Agora, tudo está não apenas explicado como também aprofundado.

Apesar de esforçada, Miranda Otto acabou sendo ofuscada por Claire Danes, o que também não é nenhuma novidade. Foi empolgante vê-la reviver uma Carrie cheia de vida, dedicadíssima ao trabalho, empenhada em manter a América segura. Totalmente diferente da sua versão atual.

Para contar a história de Ahmed Nasari (Acrobat) e sua parcela de culpa no destino de Allison, Homeland voltou para 2005. No geral, tudo estava bem explicativo, mas não chegou a incomodar. Muito pelo contrário, o telespectador conseguiu esquecer toda a trama complicada envolvendo as personagens e prestar atenção exclusivamente na história ali contada. Foi como se houvesse um curta-metragem dentro do episódio. A fotografia impressionou, sem falar da direção de Dan Attias, voltada para transições suaves e cortes inteligentes. De brinde, ele deu uma cena que alegrou muita gente:

Por outro lado, acompanhamos a história do tempo presente andar em círculos e tomar rumos cada vez mais distantes da premissa da temporada. Mergulhado em diálogos previsíveis, Saul Berenson nunca pareceu tão descartável, o que definitivamente não combina com o grande Mandy Patinkin.

O enredo envolvendo Peter Quinn e os refugiados sírios finalmente mostrou a que veio: os jihadistas parecem estar cientes dos verdadeiros planos do espião. Sendo assim, rumam a Berlim “dispostos a morrer pela jurisdição”. Como foi dito na crítica passada, a série está bem antenada este ano… mas, resta saber até que ponto isso é positivo. Tem sido interessante debater os temas propostos, mas seria melhor ainda se os mesmos se encaixassem melhor.

Também deixa a desejar a forma como Numan e Laura estão se moldando pouco a pouco. Após All About Allison, ficou claro que ele virou o hacker de estimação de Carrie, e ela, a viciada em divulgar documentos secretos na internet. Cadê todo o pano de fundo envolvendo a liberdade de imprensa?

Após uma cena extremamente tensa trazendo o reencontro entre Carrie e Allison, ficamos mais uma vez torcendo para que a protagonista descubra a verdade sobre a ruiva… e ela não nos decepciona, apesar do método usado para isso soar improvável, até mesmo para alguém como Mathison.

Como já dito, Homeland se distanciou de seus padrões neste episódio. Entretanto, também se aproximou da imprevisibilidade típica dos três primeiros anos. O público respondeu positivamente: 1,4 milhões de telespectadores acompanharam o feito.

Você pode dar uma nota ao episódio, bem como deixar sua opinião registrada nos comentários.

[taq_review]

Abaixo, a promo de The Litvinov Ruse. Semana que vem tem mais!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER