House 8×15 — Blowing The Whistle

Depois de um breve intervalo, House está de volta: o episódio número 15 fala sobre fazer a coisa certa pelos motivos errados e tenta entrar nos méritos do que é honra. O que, nesta série, quer dizer que é todo um episódio dedicado a dizer que tudo isso é sempre em vão — quando não é estritamente a coisa errada a se fazer.

Entretanto, a grande polêmica do episódio é a suspeita de que House está doente.

Em qualquer outro episódio isso significa “pegadinha”, mas, quando uma das maiores séries que a TV já viu retorna de um recesso para a última parte da última temporada diz que o protagonista está doente…

A grande maioria das teorias sobre House apostam que a série vai acabar com a morte do médico. Entretanto, membros da equipe falando que ele está doente não é nada novo. O que faz com que, quando a Dra. Adams sugira o assunto, faça com que os espectadores mais antigos pensem em qualquer coisa como “você deve ser nova aqui”, e ninguém realmente acredita no que ela diz.

Mesmo assim, falar que House vai morrer porque ele está tomando remédios fortíssimos por muito, muito tempo, ainda é um argumento plausível pra dizer que, apesar do episódio não dar em nada, House pode mesmo estar morrendo — e escondendo. Na verdade, House fazendo todos acreditarem que ele está doente só para que ele diga que era o que ele queria que eles pensassem, até faz sentido — se é que dá pra entender.

Mas, outra vez: se você pode deduzir a verdade por trás das conspirações em House, então a série definitivamente precisa terminar.

A grande virtude da série sempre foi a de surpreender o público — seja com tramas intrincadas, ou quebrando o senso comum acerca de valores morais na sociedade. Se essa qualidade se perde e o público já não acredita no que a série diz, o momento em que ela desvenda a verdade perde completamente a graça.

É o que acontece neste episódio por todos os lados: se o paciente traiu o país fazendo a coisa certa, você já sabe que ele vai acabar tendo feito alguma bobagem — com a frequência com que ele cita o pai, fica ainda mais óbvio que é esse o centro da falácia que guia toda a trama.

E, se House fica doente e todo mundo começa dizendo que ele só quer que pensem que ele está doente, é porque ele só quer que pensem que ele está doente. Essa é uma série em que o primeiro palpite sempre é o verdadeiro — até a doença do paciente é revelada no começo do episódio, quando House diz que, se o paciente é careca, isso significa que ele não tem piolhos.

Mais do que isso, o segredo por trás da linguagem de toda a série, é ter roteiros que trazem médicos e pacientes para o mesmo tema — mas sem que você perceba. Quando o Dr. Chase para no meio do corredor para dizer “você realmente acha que é uma coincidência nós estarmos tratando um dedo-duro e agora estarmos falando em dedurar o House?”, você perde toda a graça por trás da coincidência formada pelo tema de cada episódio.

Mais uma vez, todos os eventos morrem num grande nada; as metáforas são todas escancaradas; e os personagens ficam cada vez mais insípidos e adolescentes. O final do episódio equivale a alguém dizendo que tudo aquilo foi um sonho.

Se a série terminar com a morte do protagonista, que seja caindo de cima de um prédio, porque, se ele ficar doente, de novo, nesta mesma temporada, a credibilidade da série vai morrer junto com ela.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER