How to get away with murder: Shonda sendo Shonda

Como sair impune de um assassinato?” — KEATING, Annalise.

Tudo em How to get away wiht murder gerava uma grande desconfiança. O título insólito, a presença da badalada Viola Davis e pertencer à franquia Shonda Rhimes. Sim, Shonda Rhimes já virou uma franquia no melhor estilo CSI e espalha suas manias por tudo que cria. Então, as expectativas eram muitas, mas a pulga atrás da orelha também estava lá.

A trama não é muito inovadora. Um thriller jurídico que acompanha a vida de Annalise Keating, uma professora de direito que ministra o curso “Como sair impune de um assassinato?”. Competente e extremamente apaixonada pelo trabalho, Annalise é casada com um professor de psicologia, mas mantém um caso extraconjugal. Sua vida sofre uma reviravolta, quando ela e seus alunos se envolvem em uma trama de assassinato.

Como disse, nada muito inovador. Aliás, até mesmo a estrutura de todo o episódio não fugiu muito do lugar comum e se assemelhou muito aos outros thrillers jurídicos vistos à exaustão na televisão. Teve um caso da semana, os pupilos brigando para conseguir surpreender a professora, uma reviravolta na trama envolvendo a cliente e um cliffhanger digno de um “tam” seguido de um queixo caído.

HTGAWM Top 5

Impossível dissociar a imagem de Annalise Keating de outra personagem marcante de Rhimes, a saber, Olivia Pope. Tanto Annalise quanto Olivia são extremamente parecidas em sua maneira de conduzir o time, de atuar na vida pessoal, com suas roupas bem escolhidas e postura impecável. Funcionam como alteres-ego de Shonda. Não que seja ruim, mas deixa de ser original.

Muitos disseram que foi um dos melhores e mais originais pilotos da fall seaon. Sinto dizer que não foi. E até mesmo a estrutura narrativa já tinha sido feito melhor por Damages. O presente, onde Annalise formava sua equipe contrastando com o futuro no qual essa mesma equipe se envolverá em um assassinato não teve nada de inusitado. Apenas a identidade do morto. De resto, foi mais do mesmo.

Não que tenha sido totalmente ruim. Alguns detalhes de cada um dos jovens integrantes dos discípulos de Annalise podem contribuir bastante, especialmente Connor Walsh que segue a máxima de que os fins justificam os meios. Apenas Wes Gibbin pareceu meio avulso.

Conhecemos o potencial de Shonda e sabemos do que ela é capaz. Mas, não sei se foi só a mim, mas o estilo “matador” da criadora parece estar cansando um pouco. Resta esperar para ver como How to get away with murder vai se comportar daqui para frente.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER