Humans 1×04 — Episode 4

Humans discute noções de estupro de maneira contumaz

Imagino como deve ser não senti r nada. Deve ser difícil depois de um tempo, né?” — HAWKINS, Joe.

O debate recente sobre o estupro ganha contornos aterradores quando se pensa na porcentagem de mulheres que são forçadas a manterem relações sexuais com homens conhecidos. Os números só não são maiores porque muitas delas ainda se escondem sob o manto da vergonha e não denunciam seus agressores.

Em duas cenas, Humans aproveita o uso dos sintéticos para discutir esse comportamento tão nojento e tão humano. Na primeira delas, Joe ativa a função +18 de Anita e acaba fazendo sexo com ela. A sequência é uma das coisas mais tristes e deprimentes feitas para a TV. Uma robô completamente passiva e sem emitir emoção diante das investidas frias e impessoais de seu dono.

A outra é uma festa em que Mattie Hawkins acaba impedindo adolescentes bêbados de estuprarem uma sintética desacordada. Apesar de ser encarada como um objeto inanimado, como um relógio por exemplo, a abordagem é um reflexo dos dias atuais em que rapazes acabam embriagando moças a ponto de deixa-las desacordadas e aproveitarem-se disso para cometerem abuso sexual.

Humans

São em situações como essa que séries de ficção científica conseguem lançar luz sobre problemas tão atuais. Ao mostrar um comportamento masculino do futuro, acaba discutindo de maneira eficiente o presente.

Em contrapartida, o jovem Toby Hawkins dispensa uma garota por estar apaixonado por outra pessoa. Naturalmente, essa outra pessoa não é necessariamente humana, mas só dele rejeitar as investidas da colega de classe, mostra que ele é um menino que respeita os sentimentos alheios e os seus próprios. Bem diferente de seu pai, que apresentou toda sua covardia e fraqueza de caráter.

Porém, o quarto episódio não ficou apenas nessa temática e esse é um dos bons pontos positivos de Humans. Quase todos os núcleos avançam.

Laura começa perceber que Anita não é uma robô igual aos outros. Isso chega em uma hora oportuna quando outros casos de robôs afetados emocionalmente começam surgir.

Finalmente a verdade sobre Leo é revelada. Ele é filho do Dr. Else, que todos julgavam morto, mas que, provavelmente, foi ressuscitado pelo pai usando elementos eletrônicos no processo. Saber disso explica porque os quatro sintéticos são tão importantes já que todos eles guardam uma mensagem secreta do criador dos robôs pensantes.

Niska, que continua sendo uma das personagens mais interessantes da atualidade, continua com sua luta pela libertação de sua raça. O problema é que os outros não são como elas e não passam de máquinas. O intrigante é perceber que as pessoas ao redor dela não a enxergam como uma robô e sim como uma humana.

Chocante mesmo foi descobrir que Karen Voss. A detetive, amiga do preconceituoso Pete, é uma sintética! Assim como Niska, ela age como ser humano e é aceita como tal. Fica a tensão no ar para quando Pete descobrir que sua colega de trabalho é algo que ele tanto odeia.

Com esses dois casos, surge a pergunta: se sintéticos estão se passando por humano e convencendo, quantos outros mais se encontram na mesma situação? Esse é um arco narrativo que ainda pode render bastante para a série.

Fica a expectativa crescente para o que está por trás da mensagem do doutor e como isso afetará ainda mais a já fragilizada relação entre homens e máquinas.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER