Injustice 2 dá salto de qualidade em franquia de sucesso da WBGames

Com novas possibilidades de costumização, Injustice 2 revigora grande sucesso da Warner Bros Games.

Apesar de ser um jogo de luta com o mesmo mecanismo de Mortal Kombat X, a franquia Injustice possui um apelo inegável: o mecanismo de luta neste game é apresentado com avatares baseados em personagens DC. Até aí, nenhuma novidade. Mas elas existem sim, e são bem satisfatórias.

Muito mais realista e com fisionomia crível, Injustice 2 foi um dos lançamentos da Warner Games durante os três dias de E3, que aconteceu em Los Angeles entre 14 e 15 de junho.

Com novas possibilidades de costumização, Injustice 2 revigora grande sucesso da Warner Bros Games.

Sem dúvida o maior avanço é visual. As personagens femininas ganharam corpos mais “humanos”, se comparado às cavalas objetificadas do título anterior. O mesmo acontece com os personagens masculinos, que parecem ter deixado de lado os anabolizantes. E isso tem tudo a ver com o principal sistema do game. Afinal, um jogo não se faz apenas atualizando avatares.

A história de Injustice 2 ainda é um mistério. Sabemos que ele dá sequência ao primeiro game, com Batman e seus aliados tentando restaurar a sociedade e enfrentando aqueles que pretendem reerguer o regime de Superman. Em meio a este caos, uma nova ameaça surge. E como diria Inês Brasil, é aquele ditado… O inimigo do seu amigo, é seu aliado.

Como diz o produtor do jogo nessa entrevista exclusiva acima, Tyler Lansdown, o grande destaque do novo jogo é o interessante sistema de customização, os chamados gears (dispositivos). Com heróis aparentemente mais fracos, é necessário aprimorá-los com dispositivos que os ajudem na batalha.

E o próprio trailer do game mostra isso. Vemos inicialmente Flash se preparando para enfrentar Superman, e assim segue. A cada confronto os personagens ganham objetos para se emparelhar, como armaduras de proteção, ou ferramentas que melhoram o desempenho no ataque. Até quem perde ganha um novo dispositivo, o que torna o jogo um pouco mais justo.

Com novas possibilidades de costumização, Injustice 2 revigora grande sucesso da Warner Bros Games.

O sistema de gears traz um lado mais estratégico. Você pode armar o seu personagem escolhendo entre os itens mais satisfatórios de seu inventário, de acordo com os pontos fracos ou fortes de cada inimigo. Conforme o jogo avança, você vai ficando mais robusto, como o Batman da foto acima.

É o lema do jogo, “every battle defines you”.

Pela primeira vez os jogadores assumirão controle sobre a aparência de seus personagens, além de lutar e se desenvolver em uma variedade de modos que ainda são mantidos como segredo. Outro segredo é a gama de personagens. Foi dito que poderemos escolher entre favoritos dos fãs e vilões de força esmagadora.

O novo título já tem site e perfis em redes sociais, como Facebook e Twitter. Foi desenvolvido pela NetherRealm Studios, responsável por sucessos como a franquia Mortal Kombat.

O cenário continua interativo e os ambientes mostrados na E3 estão caprichados. É fantástico ver os golpes especiais que arremessam o inimigo a um cenário alternativo de modo destruidor. Mas isso também não é uma novidade. O legal mesmo é como o ataque acontece. Você se pegará torcendo e urrando a cada arremesso!

Com novas possibilidades de costumização, Injustice 2 revigora grande sucesso da Warner Bros Games.

O uso do controle permanece o mesmo, sendo que alguns golpes foram ajustados. Entre os novos personagens estão o inimigo do Flash, Gorilla Grodd, além de Atrocitus (foto acima) e Supergirl. Os avatares não ativados indicam presença de inimigos como Charada. Além desses dois, estavam disponíveis para jogo Superman, Batman e Aquaman, o mais apelão.

Injustice 2 chega às lojas pela Warner Bros Games em 2017.

Confira algumas cenas do gameplay:

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!