Janelle Monáe exalta a feminilidade na nova música PYNK

Com direção de Emma Westenberg, clipe de PYNK explora o corpo feminino e a liberação sexual.

A preparação para o lançamento de Dirty Computer continua intensa, e Janelle Monáe reforça no seu novo single a que veio. A cantora debutou nesta semana a música e o clipe de PYNK, mais uma das faixas do seu aguardado disco – depois de cinco anos se dedicando à carreira de atriz.

Provocativo em todos os sentidos, o vídeo exalta a vagina mas sem apelar para o exótico: todas as nuances exploradas dão naturalidade à mensagem, me meio a cenas diretas e metafóricas.

De fato, Monáe explora todos os sentidos, sem medo, e usa até da moda para cantar em alto e bom som que o corpo é de cada um, e deve ser usado como bem entender. Com a cantora canadense Grimmes, a atriz Tessa Thompson e um grupo de garotas, ela cruza o deserto e faz a cor rosa vibrar junto com a melodia.

Monáe, aos poucos, cria um universo que, de forma lúdica, discute a atmosfera política e social do momento, enquanto faz uma homenagem à musicalidade de Prince, que morreu no ano passado. Make Me Feel aborda a bissexualidade com melodia que nos remete diretamente a Kiss, e Django Jane faz um manifesto sobre a força da mulher e da cultura negra, e os desafios da diversidade nos dias de hoje. Agora, o ciclo se completa com PYNK e suas cenas vibrantes sobre a liberdade do corpo e da sexualidade.

Estou ansioso para saber o que mais ela preparou para essa nova eraDirty Computer tem lançamento marcado para o dia 27 de abril.

Sobre o Autor

Leo Sousa

Séries de TV, filmes, realities shows, livros, música e mais. Editor no boxpop.com.br.

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!