Killer Women: só mulheres lindas portando armas?

Sei que está com medo. Posso ver nos seus olhos. E sei como é estar com medo de cometer erros horríveis.” — PARKER, Molly

O piloto de Killer Women marca a volta de Tricia Helfer à TV, como a Texas Ranger Molly Parker. Além dos já prováveis plots de ser uma mulher num grupo de apenas homens armados, que tem que se provar capaz quase toda vez que entra numa cena de crime, ainda há o fato de que os Texas Rangers auxiliam em investigações e têm que brigar por jurisdição. Ótimo plot, certo? Então por que que a estreia de Killer Women não empolgou?

Simples resposta: já vimos de tudo. Quando chega uma série policial, por mais ação que ela possa ter, por mais chocante ela possa parecer nas primeiras cenas, precisa-se de algo muito inovador para prender a atenção de um espectador já calejado ou de um tratamento muito bem feito de temas batidos. Mulheres lindas, ou sendo vilãs ou salvando o dia, é batido. Pode não estar na TV agora, onde temos vários homens resolvendo crimes e tendo lindas coadjuvantes. Mas é batido.

killer women 1x01-1

Tricia Helfer está ótima! Não poderia estar melhor! Até esquecemos a femme fatale/cyclon do mal de Battlestar Galactica, e não é só pelo cabelo diferente e pelo sotaque sulista. Tricia consegue ser, facilmente, uma Texas Ranger lutando contra o crime e contra seus próprios demônios. Nunca saberíamos que essa personagem vinha de um casamento abusivo! Mas o roteiro não ajuda. Recheado de falas prontas, plot twists previsíveis e sem muita atenção a detalhes, o piloto pareceu com pressa. Não é porque um cartel está por trás de um crime que se deve esquecer do resto, apesar de uma situação emergencial em mãos. Parecia que a investigação tinha ficado para trás e que ninguém ligava muito pro assunto.

O caso de Molly Parker e o agente Dan Winston é de pegar fogo! Não podemos negar a química dos dois e realmente acreditamos que parte do sex appeal do casal vem dos embates de poder dos dois, o que deve gerar ótimos momentos. Quanto ao elenco, tem de tudo para dar certo, apesar da família de Parker estar ali para explicar aonde ela está após a separação, porque não tiveram momentos muito esclarecedores. mas calma gente, é só o começo.

Killer Women, produção de Sofia Vergara e baseado numa série argentina, tem tudo para dar certo. Se deixar de lado falas clichês, decidir qual vai ser o foco da série (sempre crimes aleatórios? Cartéis? Drogas? A série chama-se Mulheres Assassinas no plural, vão aparecer mais?) e dar a chance do elenco se destacar. Nashville, uma série típica americana, com ótimas músicas, pode não tratar de crimes, mas tem vários plots dramáticos. Killer Women também pode ter vários plots dramáticos, envoltos em cenas de ação, mulheres lindas, casais fogosos e o bem combatendo o mal. É só melhorarem o roteiro!

Não deixem de nos contar se irão continuar a ver a série e o que acharam do piloto!!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER