Kirido, foca no que é importante!

Eles vão dominar o mundo! O chamado ‘mimimizento’ vem se tornando um dos sujeitos mais ativos no mundo das séries. Não importa o gênero, o canal ou a trama, lá está ele em busca do erro. O episódio pode ter sido ótimo, mas o seu propósito é apontar a falha onde quer que ela esteja.

Não estou dizendo que a partir de agora temos que aceitar todas as séries e incensa-las de criticas e reclamações. Afinal, a TV está passando por um dos momentos mais representativos da sua história; e algumas dessas mudanças partiram dos espectadores. Porque nós passamos a exigir programas mais complexos e de melhor qualidade. A questão é ‘dar César o que é de César’, não existe narrativa televisiva perfeita, e essa é graça.

Antes de ser o palco de atrações transmidiáticas, transportar o watercooler para as redes sociais e fazer do público seu co-criador, as séries partem de algum muito genuíno. Desde a antiguidade o homem conta histórias, somos todos moldados por narrativas ao longo de nossas vidas. Elas ajudam a construir, nossas atitudes, medos, esperanças e valores. Mesmo entre tantos gêneros e formatos, ao longo do tempo as narrativas permanecem com a mesma intenção discursiva de agradar, entreter, informar, formatar, compartilhar com o outro as experiências reais ou virtuais. Em um eterno jogo de faz de conta.

what-is-your-problem

E é neste momento que o ‘mimimizentos’ entram, eles esquecem que tudo não passa de faz de conta, e por isso se apegam a detalhes que não fazem sentido. Em 1817 um ‘rapaz’ chamado Samuel Taylor Coleridge introduziu um termo que passou a ser adotado por várias esferas artísticas: a suspensão de descrença.

Ao ouvirmos uma história temos que nos desprender das lógicas e mergulharmos no universo que nos é apresentado. Porque essa é a função de uma narrativa. Nenhuma série estreia com o propósito de mudar o mundo e mostrar verdadeiras macelas humanas, o único compromisso do programa é fazer da nossas vidas algo menos insuportável. Ao sentarmos na frente da TV (ou do computador) esquecemos de nossos problemas, refletimos sobre as nossas escolhas ou apenas damos risadas. O que vem depois é apenas consequência, e não obrigação! Por isso, da próxima vez foque no que é importante, e não deixe o seu mimimi te impedir de ouvir uma boa história.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER