Laços de família

Chame a mamãe e o papai porque o Box Five dessa semana é pra família toda! Hoje, nós te mostraremos cinco famílias da TV. São os mais variados tipos: bizzaras, jurássicas, amarelas, dramáticas e incomuns. É bom ver todas conquistaram seu espaço na telinha, mas não, não temos nada relacionado a família Restart, não se preocupem!

5. Família Pritchett

Caiu no gosto do público facilmente, graças a miscelânea que é a família retratada na série. Pra quem não a conhece, tente acompanhar o raciocínio: Jay Pritchett (Ed O’Neill) é casado com Gloria (Sofia Vergara), uma colombiana muito mais jovem que ele. Jay é pai de Claire Dunphy (Julie Bowen), que é casada com Phil Dunphy (Ty Burrell) e eles tem três filhos. Mitchell Pritchett (Jesse Tyler Ferguson) é irmão de Claire, gay e casado com Cameron Tucker (Eric Stonestreet). Juntos, eles adotaram uma pequena vietnamita chamada Lily. Repararam na salada? Mas foi essa a receita do sucesso, com boas doses de gargalhadas que renderam Emmys de Melhor Comédia e Ator Coadjuvante para Eric Stonestreet, fazendo desta a família do momento.

4. Família Walker

Tá aí uma família que poderia colocar “drama” como sobrenome. Logo nos primeiros episódios de Brothers & Sisters, o patriarca da família, William Walker (Tom Skerritt), morre. Mais tarde, sua família descobre que ele tinha outra mulher e filha. Além disso, a empresa dos Walker começa a passar por problemas financeiros. As coisas não param por aí, mortes trágicas já são quase rotina na vida dessa família. E eles são uma grande família: a árvore genealógica fica desse jeito: Nora (Sally Field) é a mãe, Sarah (Rachel Griffiths), Kitty McCallister (Calista Flockhart), Tommy (Balthazar Getty), Kevin (Matthew Rhys) e Justin (Dave Annable) são os filhos da união de Nora e William. A trama ainda revela surpresas para outro integrante da família, Saul Holden (Ron Rifkin), que passa a primeira temporada tentando um romance com a amante de William e no final (CUIDADO, SPOILER À FRENTE!) acaba se revelando gay. E você pensava que rolos assim só acontecia na periferia…

3. Família Addams

A família dos nossos pesadelos. Se bem que a estranheza — e porque não, bizarrice — dessa família era o atrativo principal. Originalmente, a série da família Addams estreou na década de 60, mas ganhou um remake em 98. Falando de anos 60, podemos dizer que a família estranha era um tanto quanto ousada para sua época. Sua primeira versão teve duas temporadas e seu remake durou apenas uma. Morticia, Gomez, Tio Chico, Tropeço, Vovó Addams, Feioso, Wandinha e Mãozinha estarão sempre em nossa memória. Quem sabe não rola uma nova versão já que a moda agora é reciclagem? V e Hawaii Five-0 que o digam. Antes de passarmos para a próxima família, eis a dúvida: quem veio primeiro, Mortícia ou Cher? Pensem nisso!

2. Família Silva Sauro

Uma família que debocha da sociedade e de seus costumes chefiada por um pai gordo e preguiçoso. Não, não estamos falando dos Simpsons — mesmo a semelhança sendo, muitas vezes, grande. Pelo menos, não ainda. Família Dinossauro levava para o período jurássico as mais hilariantes situações da família Silva Sauro, composta por Dino (pai) Fran (mãe), Charlene, Bob e Baby (filhos), além de Zilda, a mãe de Fran (e igualzinha a uma professora da minha irmã), que tem birra enorme de Dino A série fazia referência e paródias a diversos programas de TV e acontecimentos. O episódio As Terríveis Crianças de Dois Anos, por exemplo, é uma paródia do filme O Exorcista.

1. Família Simpson

Eles não são simplesmente uma família. Com mais de vinte anos de exibição, Os Simpsons fazem parte da nossa família e é quase indispensável para qualquer ser humano vivente hoje. A principio, essa família foi concebida para satirizar o estilo de vida americano. E por mais que eles deem roteiro de sobra para a série, não é raro ver a família amarela satirizando o resto do mundo também. Uns entendem a brincadeira, outros não (vide a confusão do episódio do Brasil). Mas vamos à árvore genealógica dessa família? Homer é o pai, Marge, a mãe; Maggie, Bart e Lisa são os filhos e, por fim, Abe, pai de Homer. Durante a série, outros familiares ainda surgem vez ou outra para agitar ainda mais a vida dessa família. Recentemente, o próprio Papa Bento XVI disse que Homer é um exemplo perfeito de católico. Foi piada?

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!