Latitudes 1×05 — São Paulo

Você sabe o que você quer, você sabe que precisa de alguém, só que essa pessoa não sou mais eu.” — Aline

Finalmente começamos a ver a tal “vida real” dos personagens. E pela primeira vez não tivemos a presença física de Olívia em cena. E até que não fez falta, afinal foi ela causa de toda a conversa que aconteceu entre José e sua agora ex-namorada. Dava para sentir a presença espiritual de Olívia, e a sua marca naquilo que agora se transformou José.

Latitudes chega a São Paulo, e tudo que vemos é o apartamento do protagonista interpretado por Daniel de Oliveira. Não há cenas externas, somente ruídos de um mundo que existe lá fora, e que combinam tão bem com aquilo que está acontecendo lá dentro. A combinação clichê da revelação bombástica (quando José afirma que quer Olívia, sem dizer claramente) com o barulho de “trovão” poderia ser caricata, mas como tudo em Latitudes, ela foi perfeita e coerente, e não soou nem um pouco fora do lugar. Assim como aconteceu na combinação entre o som da chuva caindo, e o mundo de José desabando.

latitudes 5 2

Nesse episódio, como já foi dito, não tivemos a presença de Olívia. Mas tivemos Aline, a ex (será mesmo?) conformada e cheia de planos de José. Com um texto forte e cheio de nuances, Elisa Volpatto nos deixou meio tensos com sua interpretação conflitante, ora ela estava bem, ora estava fraca. Mas é claro que qualquer um que se meta entre os incríveis Daniel de Oliveira e Alice Braga terá sua atuação contestada. Afinal, os dois estão super à vontade no papel.

Na frente de Aline, vimos um José diferente, não tão confiante quanto aquele que víamos na frente de Olívia. Sem charme, sem motivos, José defendia sua nova relação com uma falta de certeza que dava até medo. Afinal, como depositar suas esperanças de relacionamento duradouro em Olívia? Ele, dono do mesmo espírito livre de sua amada, sabe que a qualquer minuto tudo que parecia forte pode desmoronar. Mas mesmo sabendo disso tudo, ele prefere apostar no provável erro do que continuar com a insossa Aline, que aceita, perdoa e passa a mão na cabeça.

Não sei vocês, mas eu tive um sentimento de familiaridade com esse episódio e com as situações passadas. Mais real do que todos os outros passados no exterior, aqui, sem os recursos de paisagens paradisíacas, tivemos uma daquelas conversas cruas que vemos muitos casais terem todos os dias. Poderia parecer uma peça de teatro, mas parece mais com a vida mesmo.

Com um lindo recorte de cenas, Felipe Braga mostra que está cada vez melhor. A união do roteiro incrível com uma montagem primorosa, eleva Latitudes a um padrão de excelência raramente visto. Não vemos José citar Olívia, mas em todas as reações de Aline, sabemos que ela está presente. A ausência de trilha sonora e as já citadas combinações de ruídos com as cenas, também deixam tudo mais real. Sério, essa série está demais.

E as nuances de Aline, que nega, odeia, perdoa, xinga, questiona e tenta resolver, nos deixou claro como existem pessoas como ela por aí, e também como José, que como ela cita, “nem consegue ser duro ou ter certeza”. Poderia ser mais um caso de falta de amor-próprio (afinal o cara confessou que a traiu), mas não enxergo Aline assim. Ela, por conhecer José, e por até entender como é Olívia, sabe que um dia ele voltará. Afinal como sua possível melhor amiga meio machista e também conformada falará — em uma conversa que não veremos — “os homens são assim mesmo”.

Chega logo próximo episódio!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER