Lia Clark se inspira em Aguilera para fazer seu Boquetaxi

Entrevistamos a Drag mais ousada do funk! Berrooooooooo!!!

“Volta pro pop, Bebê”, disse Lia Clark 😀

Não é novidade que a música pop está cada vez mais colorida, com o som das Drag Queens. Mas essa categoria dançante tem uma área especial reservada à Lia Clark, a musa do Trava Trava.

Seus clipes são sim coloridos e estilosos, fruto do trabalho em parceria com seus amigos Pedro Lima e Raquely. As letras são pra lá de insinuantes, mas nada explícitas. Fica subentendido, mesmo que de maneira bem óbvia nos vídeos. Nada diferente de clipes de outros artistas do funk.

Lia e sua equipe sabem que são muito mais tolerantes a algumas temáticas que podem ser consideradas controversas. Por isso, fizeram uma pesquisa bastante ampla para desenvolver o novo clipe, Boquetaxi. A ideia era chocar, mas nem tanto.

Chegaram à conclusão de que todas as ideias estavam de acordo com os padrões agora rigorosos do Youtube, que anda bem “família” (tradicional brasileira).

No dia do lançamento foi sucesso instantâneo, sendo indicado pela própria plataforma como um dos vídeos mais acessados do momento. Não demorou para que os haters o descobrissem e começassem a comentar e denunciar. E menos ainda para o Youtube tirar do ar por algumas horas.

As reclamações, até então sobre a sensualidade do vídeo, vinham inclusive de gays. Para a artista, falar sobre héteros recebendo esse tipo de favor de gays pode ter despertado a ira de alguns. Mas essa discussão já torna o saldo do vídeo muito positivo, além de gerar oportunidades. O assunto foi pauta em diversos veículos, o que ajuda não apenas a abrir a cabeça das pessoas, mas a divulgar o trabalho de Lia.

Após o bloqueio, a repercussão aumentou. Mas o foco já havia mudado. Agora todos queriam saber o motivo de um vídeo protagonizado por uma drag ser bloqueado, enquanto funkeiros e funkeiras heteronormativos seguiam com seus vídeos numa boa, muitas vezes sendo até mais explícitos.

“Quero trazer diversão”, disse Lia sobre seus “ui ui ui aaaaai”.

Para Lia, tudo se tratou de um mecanismo de defesa do Youtube, que possivelmente desabilitou o vídeo diante de um grande número de denúncias. Após análise, tudo voltou ao normal.

Óbvio que isso não abalou a abalou. O motivo? “Não costumo ler comentários, mas meus amigos contam o que está acontecendo de principal”. Lia está mais preocupada com os rumos de sua carreira. E quem trabalha como ela, não tem tempo de ler comentários.

A cantora se envolve com toda a produção ao seu entorno. Não sobra tempo nem para tirar uma casquinha dos boys magia que protagonizam seus clipes. “São todos meus amigos”, disse referindo-se aos vídeos Trava Trava e Chifrudo.

Nas gravações de Boquetaxi, ficou um pouco mais nervosa do que o normal. Contracenou com três atores diferentes, que conheceu no mesmo dia. Disse ainda que todos foram muito profissionais e respeitadores. “Gravei a cena do carro sem a calça, estava apenas de calcinha”, comentou bem divertida.

O humor é parte chave de seu trabalho. “Duvido que alguém não tenha ouvido meu EP inteiro sem dar uma risada com meus ‘ui ui ui’. Quero trazer diversão.” E trouxe!

Com visual vermelho vivo, engana-se quem enxerga referências ao Oops I Did It Again de Britney Spears. “A referência é Christina Aguilera com tudo vermelho, roupa vermelha, mexas vermelhas. Volta pro pop, Bebê!”, pediu rindo.

Dessa vez não vestiu Fernando Cozendey. O figurino do clipe já estava pensado antes mesmo dele acontecer, assim como a expressão “boquetaxi”. “Era uma brincadeira, uma gíria minha e das minhas amigas, depois transformamos em música”.

Lá no passado, quando criava gírias e guardava roupas chamativas para fazer seus vídeos, Lia não pensava onde poderia chegar. Nunca imaginou por exemplo, que estaria nas páginas da Vogue. “Muito menos vestindo Gucci!”.

Quando perguntada sobre qual dos dois ela escolheria, estar nas páginas da revista ou vestir a grife francesa, disse que é difícil separar as partes de um combo poderoso.

Parece que o segredo de Lia Clark é esse mesmo: unir esforços em um combo poderoso. Ela já está se preparando para o primeiro álbum, conversando com outros produtores, entrando em contato com novos ritmos e fazendo aulas de canto.

Encerrou a entrevista comentando o quanto admira a carreira de Pabllo Vittar e outras drags da música pop nacional. Quem sabe este não será o próximo combo?;)

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!