Liberdade Criativa

A TV Paga é o paraíso da liberdade criativa?

Tem sido um desafio constante na indústria do entretenimento gerar conteúdo de qualidade. As coisas dificilmente alcançam um nível que possa dizer que é o ideal. Quando acontece, todos aplaudem.

É difícil de imaginar um conteúdo de qualidade surgindo sem que o autor tenha liberdade criativa para isso. Levar a sua história, do jeitinho que ele imaginou até o fim. Guardando as devidas proporções, isso é o que levou Breaking Bad, Os Sopranos e Game of Thrones — só para citar alguns exemplos — ao status de intocáveis. Para GoT ainda podemos colocar um asterisco, porque ainda dá tempo de desandar.

breaking bad

Agora tente imaginar Breaking Bad surgindo na NBC — ou qualquer outra grande emissora — e o que você vê? Eu vejo uma série com muito mais verba para fazer episódios espetaculares. Mas com muito menos violência e, se possível, sem a apologia às drogas. Talvez, só talvez, a coisa ficasse um pouquinho menos maravilhosa.

Aí é que o mora o ponto mais interessante em relação a isso. Para algumas produções, como é o caso dessas aí, elas já precisam mesmo ser pensadas para a TV paga, voltada para um público específico, onde a liberdade criativa vai ser respeitada.

Para a TV aberta, continuam valendo as regras de sempre: o horário nobre é do espectador médio, mais ou menos como já comentamos aqui. Está, até mesmo, sujeito a mudanças de planos para agradar a audiência. Os outros horários podem/devem ser usados para testes e observar novas possibilidades, acreditando no autor, ele conhece a história que criou.

Sobre o Autor

Avatar

Thiago de Carvalho Rêgo

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER