Lili, a ex: vingancinhas nonsenses

– Lili, você mudou para o apartamento vizinho do seu ex-marido?” — Gina
– Normal, ué!” — Lili

Em um mundo civilizado quando terminamos um relacionamento queremos mais é distância do ex amor, não é mesmo? Claro que esse sentimento não se aplica a Lili, a Ex! Baseada nas tirinhas homônimas de Caco Galhardo, a nova série do canal GNT (quarta-feira, 22h30), explora as loucuras e dores de cabeça causadas pela estrela da história sem cair na pieguice melodramática de amores mal finalizados.

A série me surpreendeu positivamente, pois não apostava em sua protagonista, Maria Casadevall. Talvez devido à sua estreia na TV (na novela Amor Á Vida), cuja direção e texto não ajudaram muito à personagem da atriz. Pois bem, Casadevall conseguiu dar vida à sem limites Lili e soube conduzir muito bem a história na sua estreia.

À primeira vista você pode até sentir certa forçação de barra nas caras e bocas que a personagem carrega. Mas essa aura bem teatral e exagerada cai muito bem quando se faz uma comparação ao mundo HQ em que a série é baseada. Há uma permissão no mundo das histórias em quadrinhos de certo exagero e ações sem limites. Vem daí o nonsense do título, estilo característico de humor perturbado e sem sentido.

Sim, a Lili é uma perturbada cativante que se muda para o apartamento vizinho do seu ex-marido, Reginaldo (Felipe Rocha), com o intuito de tornar um inferno qualquer relacionamento que ele venha a ter. Fica claro que estamos diante de um amor mal resolvido. Mesmo que ambos neguem, as suas histórias ainda não foram finalizadas.

tirinha_liliaex

O elenco de apoio foi outro acerto da produção. Cintia (Daniela Fontan) e Reinaldo (João Vicente de Castro) são os melhores amigos de Lili e Reginaldo, respectivamente, e assumem uma posição meio de grilos falantes do ex-casal, mesmo que nem sempre possuírem os melhores conselhos. Fechando o elenco fixo temos os sempre competentes, Rosi Campos, como Gina, mãe de Lili e viciada em compras e Milton Gonçalves sendo o Seu Anselmo, o avô de Cintia.

A direção é rápida e sem firulas. Apostaram em um humor dinâmico, sarcástico e acertaram em cheio, pois cada cena de Lili, a Ex temos a sensação que terminamos de ler uma tirinha da obra original. É uma série de mulherzinhas, mas sem o mimimi que muitas acabam se tornando. Porém, independente do foco feminino é um ótimo manual prático de dicas pra deixar a vida dos ex’s um inferno, quando isso se fizer necessário.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER