Lisa Edelstein fala sobre o futuro de House

Depois de seis temporadas se pergutando “será que eles vão, será que eles não vão”, os fãs de House finalmente tiveram sua resposta. Mas o que será que a recente ganhadora do People’s Choice Award de Atriz de TV Favorita em Drama acha do relacionamento de sua personagem com o astro da série?

Nessa entrevista concedida ao TV Addict, Lisa Edelstein fala sobre o casal Huddy, sobre como é ter Candice Bergen como sua mãe na TV e quais são as chances de uma oitava temporada do sucesso da Fox, House.

Qual teria sido sua reação se alguém tivesse lhe dito durante a primeira ou segunda temporada da série que House e Cuddy ficariam juntos?
Eu não teria ficado surpresa. De fato, eu acho que vi isso no piloto, mas então isso não virou uma história. Eu sempre achei que eles tinham um relacionamento complicado e, se a série durasse tempo suficiente, teria uma relação a ser explorada. Se você tivesse me dito que House e Cuddy ficariam juntos na sétima temporada, como atriz, eu ficaria mais surpresa com o fato de termos alcançado uma sétima temporada!

Depois de trabalhar com Hugh Laurie por seis temporadas, como tem sido interpretar um lado totalmente diferente e mais emocional do relacionamento entre House e Cuddy?
Nós estamos trabalhando juntos por 7 anos — o que, na nossa profissão, é como anos de cachorro, 49 — então eu realmente acho que uma vez que nossa amizade como pessoas cresceu, conforme nos conhecíamos melhor, este tipo de intimidade entre os personagens se tornou uma coisa mais fácil de fazer do que se ela tivesse começado desde o primeiro dia, quando você tem que acreditar e fingir que já se conhecem. Então, neste sentido, tem sido ótimo. Eu realmente gosto de, se eu tenho que ser íntima com alguém, que seja com uma pessoa que eu conheça e confie.

O que você acha que House e Cuddy tiram um do outro como um casal?
Eu acho que há uma grande história e conforme você fica mais velho, é bem importante ter alguém. O tempo passou, problemas foram resolvidos, confiança foi ganha e essas coisas realmente tem um grande valor. Para ele, ela é alguém em que ele confia, ele sabe que ela quer o melhor para ele e dirá quando as coisas forem longe demais. Para ela, é sua inteligência e brilhantismo que realmente a excitam. Ter a atenção de um homem como aquele não é algo fácil de se conseguir e tendo conseguido, há uma certa empolgação. Claro que, se ele é ou não alguém em quem ela possa confiar, é algo que ele terá que provar.

Você pode dar alguma dica sobre para onde a relação entre Cuddy e House está indo?
Eu acho que eles são duas pessoas bem complicadas que realmente querem ficar juntas. Se eles podem ou não, é outra coisa, mas eles vão tentar o quanto puderem.

Quais são suas esperanças para os dois?
Eu odiaria ver [o produtor-executivo] David Shore lendo minha opinião sobre o que deveria acontecer entre meu personagem e House. Como atriz, eu simplesmente fico fora disso e aproveito a viagem.

Você gostou de gravar cenas com Candice Bergen, que recentemente apareceu como a mãe de Cuddy?
Candice é maravilhosa. Ela é uma mulher incrivelmente brilhante, que eu acho que brilha através do diálogo e é realmente divertida de se trabalhar. Historicamente, eu realmente fiquei feliz de estar no set com ela, porque eu cresci a assistindo. Foi bem divertido ver House tendo que lidar com uma mãe realmente mandona. E mais, conhecendo a mãe da Cuddy, fica claro como ela é capaz de tolerar um cara como o House.

A que você atribuiu a longevidade de House?
É mágico, não é, e eu estou tão feliz com isso. Eu só posso agradecer David Shore, Hugh Laurie e apenas ser grata pela viagem. É tão arbitrário o que dá certo ou não, mas por sorte, nos damos o luxo de vir depois de American Idol. Nos nossos seis primeiros episódios, estávamos por nossa conta e poderíamos ter sido cancelados por qualquer outra emissora, porque não dávamos muita audiência. Mas assim que American Idol começou, tivemos 28 millhões de olhos e muitas pessoas ficaram conosco. Foi uma coisa incrível e eu acho que realmente teve muito a ver com isso.

Você interpreta a Cuddy por sete anos, como você acha que ela mudou ao longo desse tempo?
De acordo com David Shore, os personagens não mudam, eles são desvendados. Eles se tornam mais complicados em termos de como os espectadores os percebem e como os roteiristas os escrevem. Quando você se compromete com uma série, você como um ator é contratado para interpretar o que o roteirista imagina. Conforme a série segue, como você interpreta é que afeta como o roteirista imagina o personagem e se torna uma junção das duas coisas. Claro que sempre é o personagem de David Shore, a história dele, ele controla o mundo, as marionetes. Mas o ritmo, o humor e todas essas coisas se tornam mais bonitas uma vez que você coloca um ator, qualquer ator, neste personagem. Eu acho que porque a série amadureceu, os personagens tem que se tornar mais complicados, reais, com experiência de vida que os levem a uma jornada. Mas eles não mudam nunca.

Há muitos rumores na mídia sobre o futuro de House, você está de acordo com uma oitava temporada?
Eu acho que ainda há alguns problemas a serem resolvidos. Não em relação ao meu contrato, mas entre a emissora e o estúdio. Uma coisa que é pouco comum em House é que, apesar de estarmos na Fox, somos produzidos pelos Estúdios NBC, o que complica as coisas no que diz respeito a quem paga o que. Eu acho que a NBC quer que a Fox assuma os custos de produção e a Fox não quer. Então, até que isso seja resolvido, eles não podem nem começar a falar com qualquer um de nós. Oficialmente, eu sei que eles tem Hugh [Laurie] para uma oitava temporada, mas o resto de nós terá que esperar pelo contrato entre o estúdio e a emissora ser resolvido.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

VIDEOCAST

Drag Race! Confira a ordem de eliminação das queens da décima temporada.

O Mecanismo: Listamos que personagem representa uma personalidade na vida real na operação Lava Jato.

Precisamos falar sobre Credence, um dos personagens mais profundos que já foram criados por JK Rowling.