MasterChef Brasil: Wellington Cristiano

O programa que definiu os três finalistas foi um dos melhores dessa temporada!

Sobre certos participantes

Tudo que o MasterChef Brasil precisava nessa reta final era uma sequencia de bons programas para sair coroado como o melhor reality brasileiro na atualidade. Desafio cumprido! Todas comemora!

Os três últimos programas, que começou com a eliminação do Fernando foram dosados com muito suspense, bons pratos e uma interação maior entre jurados e competidores. Nessa altura do campeonato fica dificílimo para os jurados elegerem o melhor ou o pior. Pequenos erros fazem toda a diferença e nesse último programa não foi diferente.

O restaurante Arturito, da chef e jurada do programa, Paola Carosella, foi o cenário escolhido para a primeira parte do programa. Paola se alternou nas funções de anfitriã e mãezona da galera. Não só ela, Fogaça e Jacquin também entraram na onda de mentores e não jurados.

Como assim, gosta de Once Upon A Time?

Os três, de forma muito elegante, auxiliaram os competidores na dinâmica da cozinha. Muitas dicas e conselhos foram dados a Izabel, Raul, Jiang e Cristiano. O resultado não poderia ter sido melhor: todos os quatro apresentaram bons pratos os convidados-jurados da noite.

Como disse no começo, pequenos erros fariam a diferença nessa fase e, sendo assim, Izabel foi quem conseguiu apresentar um prato mais completo em todos os quesitos avaliados. E aquela que voltou na repescagem garantiu a primeira vaga na semifinal do programa. Para a alegria e tristeza de muitos. Ainda bem que no MasterChef Brasil público não vota e o que é levado em conta é o prato apresentado, do contrário, Izabel já teria vazado. E vamos combinar que público do sofá votar em reality de culinária é um absurdo tremendo.

O dia já estava quase raiando (sic) quando começou a segunda parte do programa: a prova da eliminação. Mais uma vez um prato clássico, dessa vez da culinária inglesa: o delicioso Filé Wellington, que exige muitas técnicas e calma para ser executado. Jiang, Raul e Cristiano tiveram 1 hora para executarem e apresentarem seus bifes wellingtons com um acompanhamento.

Mesmo cansados e com sono fomos brindados com uma sequencia maravilhosa de situações nesse episódio do MasterChef Brasil! Desde a segurança velada do Raul, por já ter feito esse prato, passando pelo mimimi eterno do Cristiano de sempre falar “nunca fiz esse prato blá blá” até a calma chinesa da Jiang diante do inesperado. Prevaleceu a mente sã de Jiang diante da baianidade passional do Cristiano.

Fé no Pai!

A formação dos finalistas do MasterChef ficou bem coerente. Raul, já dito aqui muitas vezes, veio crescendo nessa reta final. Ainda não apresentou nenhum prato digno de “uau”, mas sua tranquilidade e alegria dentro da cozinha são suas armas. Izabel, por outro lado, é cheia de mimimi e chororô, parece que ela nunca acredita nos seus pratos e fica sempre esperando o aval positivo dos jurados para ficar em paz. Jiang foi A personagem do programa. A dona da coisa toda e isso ninguém pode tirar dela. E, claro, por apresentar bons pratos durante toda a temporada.

Não temos dúvidas que os próximos programas estejam também recheados de fortes emoções. Diferente da primeira temporada, Jiang, Raul e Izabel merecem estarem na final e trazem consigo torcidas contra ou a favor. A Band pode dormir sossegada porque soube nos presentear com um ótimo programa. Tão bom que nem ligamos de irmos dormir quando o galo já está cantando.

Cejura!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Será que a Elsa se assumiu lésbica cantando e ninguém percebeu?

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

Viajamos no verdadeiro trem do Harry Potter! Na vira real!!! Veja como foi a experiência neste vídeo.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER