Masters of Sex 3×04 — Undue Influence

Masters of Sex traz diálogos ágeis, mas personagens que insistem em permanecer no mesmo lugar.

Todos têm uma razão para fazer algo e também têm uma razão para não fazer” — DIMELLO, Betty

O roteiro desta semana nos trouxe basicamente cenas entre duplas, onde o tema do livro que Bill estava lendo (Como fazer amigos e influenciar pessoas) serviu como alicerce para fundamentar as ações. Por causa dessa divisão a dinâmica do episódio foi ágil, mesmo que os personagens não tenham avançado em suas posições.

Esse episódio trouxe um dos encontros mais aguardados para quem é fã de Masters of Sex: Barton e Margareth Scully. Após uma temporada inteira na expectativa de saber o que aconteceu ao casal, finalmente conhecemos os dois lados da história. Enquanto Barton permanece não aceitando sua sexualidade, já que permanece enganando outra mulher, Margareth tenta estabelecer-se em um novo relacionamento (aberto, para a nossa surpresa).

Porém a questão que envolve a sexualidade de Barton e o fim de seu casamento permanece não resolvida, e por isso vive interferindo na forma como Margareth se coloca em sua nova relação. As cenas entre Beau Bridges e Allison Janey foram lindas de se ver. A atuação dos dois estava inspirada e o diálogo cheio de tensão e expectativa. Espero que esse plot mantenha seu desenvolvimento ao longo da temporada.

Masters of sex

Virgínia parece ter retomado sua postura ativa e desafiadora perante Bill. Definiu que sua prioridade é sua família e negou-se à partir em uma turnê para a divulgação do livro. A ajuda de Dan Logan para ter notícias de Henry nos permitiu conhecer um pouco mais dele, e até conseguir simpatia do público para o personagem. Pena que os olhos de Virgínia ainda estejam tão voltados para o que acontece distante, e não enxergue o pedido desesperado de Tessa (que, agora, já sabe da profundidade da relação entre os dois cientistas) por atenção, a ponto de usar a autosabotagem como vingança contra sua mãe.

A interação de Betty com Tessa foi interessante, assim como os diálogos com Bill. Betty é aquela personagem que, mesmo não sendo o centro da atenção, consegue realizar grandes intervenções partindo de suas observações do cenário ao seu redor.

Libby permanece em sua tentativa de manter um casamento falido e seu discurso para Paul Edley (Benjamin Koldyke) foi um claro desabafo do que gostaria de ter dito a Bill, mas não o faz. Prefere agarrar-se à lembranças e ao conceito congelado de família, a arriscar-se.

E finalmente Bill, percebendo que seu modo de agir estaria sendo um empecilho para o alcance de seus objetivos resolveu buscar na auto-ajuda, métodos para relacionar-se melhor. Ele é um homem da ciência, precisa experimentar. A primeira tentativa, na livraria, não teve sucesso. Sua segunda, com seu filho (e a atuação daquele garoto, sempre introvertido e assustado, é linda), também falhou. Mas aos poucos ele foi conseguindo colocar-se no lugar do outro, tentando fazer com que as pessoas se sentissem à vontade ao seu lado, mesmo que ele próprio não estivesse. Embora o foco inicial tenha sido Virgínia (a expressão dela ao receber o presente foi hilária), seu maior sucesso foi ao confortar Paul, através do seu silêncio, conseguindo acolher toda a dor daquele homem.

E para manter a ambivalência de sentimentos diante do personagem, foi interessante perceber que suas ações com Virgínia são apenas cópias do que ele viveu com Libby no tempo em que eram felizes e se amavam. Sempre fica a dúvida se ele realmente tem consciência do que está fazendo com as duas mulheres de sua vida e, consequentemente, com seus filhos.

PS1.: Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, foi escrito por Dale Carnegie, e publicado em 1936;

PS2.: Aplicar a ideia da revista para a venda do livro foi um insght genial de Masters.

Então, que notas vocês acham que esse episódio merece? Nos deixem saber a opinião de vocês!

[taq_review]

Segue promo do próximo episódio:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER