MDM 6×01–02 — The Doorway

MDM 6×01–02 — The Doorway

As experiências não são nada. Você apenas está indo em linha reta para você sabe aonde!” Sterling, Roger

Grandes expectativas! Teasers espalhados pela internet! Fotos em preto e branco do elenco deixando os fãs babando! Cartaz feito por Brian Sanders, artista que está na publicidade há mais de 50 anos, mostrando Don vagando por Manhattan olhando desconfiado para si mesmo na multidão, ou seria para a polícia atrás dele? Ansiedade! Tudo isso acabou no dia 7 de abril nos EUA, quando reestreou Mad Men!

Em terras tupiniquins tivemos que aguardar mais um pouco. A temporada por aqui só estreou dia 22 de abril, na HBO. No circuito aberto, a TV Cultura passou a transmitir a primeira temporada no dia 24 de abril, e as cinco temporadas anteriores já estão disponíveis na NetFlix.

A anunciada volta de Mad Men nessa sexta temporada, depois de um prolongado hiato de um ano graças a uma disputa contratual, trouxe um episódio duplo como compensação por toda essa expectativa.

O episódio abre com o porteiro do prédio da família Draper tendo um infarto e sendo socorrido por um vizinho médico. Mas nem sinal dos Draper…

Don e Megan não estão na fria Nova York, eles estão de férias (ou quase isso) no Havaí! Sol, mar, drinks exóticos, a atriz Jéssica Paré (Megan) de biquininho, tudo em paz e tranquilidade! Mas, só que não para um expectador atento.

Mad Men Havai

Don lê, nas praias de Waikiki, o livro O inferno de Dante e isso já é um belo indício do que se passa com o protagonista . Megan agora é uma atriz com alguma fama, da série To Have and to Hold e passa a ser reconhecida. O reconhecimento enquanto atriz a excita mas não parece ter esse efeito em Don. Sem conseguir dormir ele desce para o bar do hotel e encontra com um soldado, que o convence a participar da cerimônia de seu casamento, como pai da noiva, na manhã seguinte. Megan, sem saber de nada disso, acorda sozinha e vagando pela praia a procura de Don, testemunha seu marido durante o enlace.

De volta a Nova York vemos Betty sendo multada com filha, enteada e sogra dentro do carro. Chegando em casa, sua enteada dá uma pequena demonstração de violino enquanto sabemos que ela foi aceita em Julliard, a escola para músicos. Mais tarde, de madrugada, Betty descobre de sua enteada que ela mentiu, sendo na verdade rejeitada pela famosa escola de músicos e que ela apenas quer se mudar para Nova York.

Reencontramos Peggy, tarde da noite, sendo informada que uma piada no The Tonight Show acabou com uma de suas campanhas, essa para fones de ouvido. A piada sobre o hábito de soldados na guerra do Vietnam de colecionar orelhas, torna de mal gosto o slogan “Me empreste suas orelhas” dos Headfones Koss. Cabe a ela gerenciar essa crise sem seu novo chefe, Ted, que está de férias e não responde às suas chamadas.

Roger, no terapeuta, divaga sobre sua vida e, voltando ao escritório, descobre sobre o falecimento de sua mãe. Tendo que consolar sua secretária, que parece mais abalada que ele próprio, ele saúda com um brinde a vida da anciã. Ser cool até em momentos de crise. Podemos ver que a sexta temporada não abalou o cinismo do personagem.

Don e Megan voltam a N.Y mas Megan não se sente bem e avisa que não comparecerá ao enterro da mãe de Roger. Só e bebendo bastante, Don chega louco de bêbado ao enterro para encontrar parte dos membros da SCDP socializando e Roger gerenciando parentes e comidas.

Quando os discursos começam, Don vomita e é escoltado para fora enquanto Roger expulsa todos do evento enquanto grita: “- Esse é meu enterro!” Vejam só, o homem mais descolado do seriado sente alguma coisa?! Esperamos que esse conflito não o torne amargo ou diminua o modo canhestro do personagem, um dos melhores da série.

Margareth, ex- mulher de Roger, conversa com ele após o funeral e o aconselha a se aproximar de sua filha. Nessa tentativa de aproximação enquanto ele a presenteia com um vidro com a água do rio Jordão, utilizada em seu batismo, a menina pede suporte financeiro para seu marido em uma oportunidade de negócios. Parece que a maçã realmente não cai muito longe da árvore.

Falando com seu terapeuta sobre a morte de sua mãe, vemos a apatia novamente instalada em Roger, mas, ao ser informado da morte de Giorgio, o engraxate, ele não se aguenta e chora copiosamente. Não restam dúvidas então que a fachada do personagem, como era de se esperar, apenas funciona como distração. Por dentro, o personagem mais cool de Mad Men também tem sentimentos.

Um novo personagem, Bob, puxa o saco de todos na SCDP durante todo o episódio e é confrontado por Ken sobre essa atitude. Vamos aguardar

Mad Men Season 6 THUMB

para entender qual o propósito desse indivíduo na série. Por enquanto, ele parece disponível e empolgado o tempo inteiro, mas com qual motivação?

Após saber que sua enteada “foi para Julliard”, Betty vaga por Nova York em edifícios abandonados habitados por moradores de rua e jovens hippies e apenas encontra o violino da menina. O confronto dela, com seu modo clássico de ser, e dos jovens maltrapilhos tentando cozinhar com água da neve rende momentos interessantes. Palmas para January Jones, que torna impossível não odiar sua Betty, mesmo quando ela está certa e tentando fazer o bem.

Na noite de reveillon, fazendo cerão junto aos funcionários para a crise causada pelos Headfones Koss, Peggy é encontrada em seu escritório por seu novo chefe, Ted, que a congratula por ser boa em gerenciar crises. Será que teremos romance para Peggy nessa temporada? (Que parece gostar de seus chefes, como Don na primeira temporada)

O episódio termina com uma festa de Ano Novo na casa dos Draper. Outros casais do prédio também se encontram no mesmo ambiente, inclusive o médico que salvou a vida do porteiro no início do episódio duplo. Chamado em uma emergência, ele deixa a festa e é acompanhado por Don, que diz precisar de cigarros mas ruma para a casa do médico, ou, mais precisamente, ruma para a esposa do médico.

Perguntado por ela o que ele quer de ano novo, Don responde:”- Eu quero parar de fazer isso.” Mais tarde, retorna para casa, beija Megan e deseja feliz ano novo!

É a volta do bom e velho Don, canalha e mulherengo de sempre. Nós sentimos sua falta! Essa coisa de Don, marido passivo de atriz famosa, não estava descendo!

E sentimos falta também desse seriado que já nos mostrou o que esperar dos próximos 12 episódios que estão por vir: Don mais canalha, Megan evoluindo em sua carreira, Betty continuando muito chata e Roger questionando seus meios. Só sentimos falta (dos peitos) de Joan, que praticamente não deu as caras nesse episódio.

Um programa muitíssimo bem produzido para fazer valer todas a expectativa que gerou nesse tempo ausente!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER