MDM 6X08 — The Crash

-Está quebrado.Wendy, ouvindo o coração de Don com um estetoscópio defeituoso

– Você consegue ouvir isso?! “- Draper, Don –com o coração partido.

Estimulantes, psicotrópicos, vitaminas, “energy serum”, I Ching. Um médico vem a SCDP (que não deve se chamar mais assim, mas por falta de um nome melhor…) e dá de presente para todos os fãs de Mad Men o episódio mais psicodélico da série. E que episódio sensacional!

A narrativa de toda essa temporada, focada em entender “porque Don é errado assim”, se estende explicando sua relação pertubada com as mulheres e seus problemas com rejeição e em se sentir amado: quando adolescente, Don foi molestado por uma prostituta! Prostituta essa que cuidou dele com o carinho de uma mãe quando ele esteve doente e que foi expulsa do prostíbulo, revelando a todos sua indiscrição com Don e fazendo com que ele fosse surrado por sua madrasta, numa cena humilhante!

Don sofreu muito em seu passado e sua dificuldade em amar/ ser amado e o intrincado labirinto que suas emoções o levam mostram que, talvez, ele esteja muito além da salvação.

Mad Men 6x08

Sua obsessão por Sylvia está interferindo em seu trabalho, sua rotina, sua vida familiar e começa a dominar seus pensamentos. Temos um Don que passa bastante tempo (são muitos os cigarros no chão que nos permitem concluir) na porta da casa de sua ex-amante. Até quando Dr. Rosen, marido de Sylvia, vai ser enganado e qual será a reação dele quando descobrir o caso de sua esposa?

Mas sejamos honestos: esse episódio foi sensacional — mesmo SEM Joan e com pouco Roger- por conta do resto do staff da SCDP. Todos eles tomam um “tônico energético” — provavelmente um coquetel de estimulantes pesados — para trabalhar durante um fim de semana e cumprir mais um prazo maluco estipulado pela Chevy — e o resultado disso são corridas no escritório (rs), crises de ausência com perda de dias de memória (hahaha), Ken sapateando para Don enquanto explica suas experiências com o pessoal da Chevy (ahuahuah), tentativas de sexo entre amigos (quem nunca?! Hehehehhe), uma maçã desenhada sobre a cabeça de um Stan transtornado enquanto Ginsberg atira estiletes e muito mais!

Aliais, Stan comanda esse episódio. Ele nunca foi meu personagem preferido mas ter 666 idéias para a campanha da Chevy, mandar a triste história do primo morto para comer a Peggy e terminar comendo a filha do recém-falecido Frank o destacaram de maneira muito positiva!

Os roteiristas avançam os plots propostos e criam novos, como o assalto a casa dos Draper, mas nos entregam diversão sem forçar a marcha da história e de maneira natural. Os atores realmente se superaram, com Jon Hamm sendo notável entre eles, levando seu Don Draper a um colapso monumental e a direção, angustiada e entrecortada, retrata bem a paranóia e angústia dos nossos publicitários completamente drogados! Um episódio excepcional!

O que farão com o restante da temporada? Será que focarão na gradual perda da estabilidade mental de Don? Ou vão focar nas repercussões causadas pelas suas traições? Megan perdoará Don se descobrir o quão “quebrado por dentro” seu marido é?

E o mais importante: será que essa temporada manterá esse padrão alto? Abaixo, preview do próximo episódio:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER