MDM 6×12 — The Quality of Mercy

I know your little girl has beautiful eyes but that doesn’t mean you give her everything.”— Drapper, Don

Don está em posição fetal, no começo e no fim desse episódio de Mad Men, mas também em suas atitudes, no enorme distanciamento com sua família, no seu crescente vício por álcool. Don não está bem.

Sabe quando você ama uma mulher e quer dar para ela o mundo? É assim que Ted se sente! Mas na publicidade, o “mundo” inclúi o orçamento pré-aprovado pelo cliente e atender as idéias de sua funcionária só para agradá-la costuma trazer confusão. Todos na SC&P conseguem ver a eletricidade entre os dois que riem e brincam a todo instante, o que incomoda alguns.

Claro que cabe a Don resolver o impasse entre o orçamento do cliente e a fantasia da campanha criada por Peggy sob o aval de Ted e o resultado disso é Don se afastando mais ainda de seus aliados, no caso Peggy.

– Você é um monstro!” –Olsen, Peggy.

Sally não quer mais passar os fins de semana com seu pai (e quem pode culpá-la?) e nunca teve a melhor das relações com sua mãe, então pede para ser mandada para um colégio interno.

Inicialmente aparentando uma escola com aspecto rígido, ela se adapta com facilidade a real natureza de suas novas colegas que querem drogas, bebidas e garotos. É uma pena que Mad Men tenha data para terminar (na próxima temporada) porque Sally é um personagem com muito a oferecer! A cena dela fumando com sua mãe no carro (note, uma adolescente!) já é uma das minhas preferidas!

– Tenho certeza que seu pai já te deu uma cerveja.” –Betty
Meu pai nunca me deu nada!” — Sally, com muito rancor.

E o mistério da temporada, Ben Benson, começa a ser desvendado. Pete quer distância dele e descobre atravéz de Duck que Bob mentiu durante sua contratação sobre sua educação e trabalhos anteriores. Bob é um falsário! E quem o havia contratado foi justamente Pete!

Campell o confronta, na melhor cena do episódio, e deixa claro que sabe “o que” Bob é, que teme seu “tipo de pessoa” e que Bob deve considerá-lo “off-limits”. Pete gosta de estar na posição de usar as pessoas — e ter uma pessoa de caráter duvidoso como Bob como seu peão — lhe dá estabilidade.

Realmente me faz imaginar o tipo de relação que ambos terão, agora que trabalharão juntos na Chevy em Detroit. Nos resta acompanhar.

Um episódio morno, que se salvou por personagens secundário como Sally e Ben Benson, sem grande foco em seus reais protagonistas, mas claramente um episódio de preparação para o season finale dessa sexta temporada, que tem seu preview abaixo:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER