Mike & Molly, o casal da pesada!

Ele é policial. Ela é professora. Se conhecem, se apaixonam, fazem planos, passam por apuros. Estão rodeados de pessoas engraçadas, trapalhões e que vivem dando cutucadas no relacionamento dos dois.

O enredo é simples, direto e sem muito lenga-lenga. A diferença pra qualquer outra série parecida? O casal principal são formados por…gordos, fofinhos, rechonchudos e assim por diante. Mas isso não desmerece em nada a série e até as piadas sobre obesidade são engraçadinhas pois não é o foco fazer zueira dessa condição, e sim o amor de duas pessoas que não estão nos padrões de beleza impostos pela sociedade. E aqui listamos um pouco do Melhor e do Pior de Mike & Molly.

O Melhor…

Temática

Como eu disse, dois gordinhos que se conhecem no grupo de comilões anônimos e tem em comum o desejo de perder alguns quilinhos. Assim começa a história de amor de Mike & Molly. O tema é comum na televisão, mas a abordagem romântica baseada em duas pessoas obesas foi bem explorada e tem dado certo até o momento e agradado ao público, tanto que concorreu como Nova Série de Comédia no Emmy de 2011.

Piadas sem peso

Inevitável que o parceiro de polícia de Mike ou que a irmã e mãe de Molly fizessem comentários e brincadeiras sobre a gordice deles. Mas não chega nem perto de bullying. São piadas/comentários leves, sem exageros que não tiram o foco principal do seriado.

Coadjuvantes

Carl, o parceiro de Mike. Victoria e Joyce, irmã e mãe de Molly. Peggy, mãe do noivo e Vince, “padrasto” da noiva. Nenhum deles se sobressaem na série e tem seus papéis bem definidos, mas impossível não rir com os comentários infames de Vince ou das confusões de Carl. Os protagonistas são muito bons, mas essa trupe garante um ótimo complemento e boa química nos episódios.

O Pior…

Exageros

As piadas de gordice até podem ser leves, mas alguns exageros acho desnecessários. A irmã de Molly só falta comer maconha com farinha. A vó de Carl só critica o rapaz, não lembro de palavras de apoio ao cara. A mãe de Mike só falta fazer um altar pro cachorrinho (bem feio) dela. Um pouco menos de tudo isso e a série poderia ser até melhor do que já é.

Futuro

Mesmo sem ser showrunner, produtor ou trabalhar no meio, todos somos capazes de imaginar um futuro pra qualquer série de televisão. Pra Mike & Molly não é diferente, e uma das minhas imaginações era eles se casando. Mas e depois? Filhos é sempre uma boa pedida, mas pra isso teriam que começar uma temporada com o letreiro “tantos anos depois”. Ou realmente prolongar a série pra isso, mas, há fôlego pra manter um casal apaixonado no ar com alguns amigos malucos por mais que quatro ou cinco temporadas?

Enfim, a audiência é boa, algo em torno de 11 milhões de telespectadores por temporada e a subida de quatro posições no ranking do rating norte americano (#35 para #31) podem garantir vida longa a essa ótima comédia e eu torço para que os produtores não percam o rumo da série.

E vocês, o que acham do casal mais fofo da televisão?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER