Miss Universo: o começo de tudo

misses

63 anos. Em 2015 completam-se 63 anos da eleição da primeira Miss Universo. Muito tempo, não é? De lá para cá, muita coisa mudou. Novas fronteiras foram desenhadas, regimes e muros caíram, revoluções aconteceram em todos os seguimentos da sociedade. Uma coisa permaneceu até hoje: os concursos de beleza, como o Miss Universo.

Acompanhando as mudanças do tempo, ditando ou obedecendo tendências, com altos e baixos, momentos prósperos ou depressivos recessos — mulheres ao redor do mundo, inclusive aqui, continuaram a exibir sua forma física numa representação máxima da beleza feminina. Mas comecemos pelo começo…

O concurso iniciou-se em Long Beach (EUA), em 1952. Patrocinado pela Universal Studios, a intenção mesmo era que uma nova (e belíssima) estrela de cinema começasse a emergir. Não rolou. A finlandesa Armi Kuusela, primeira Miss Universo, era atleta e acabou sendo a musa e grande símbolo dos Jogos Olímpicos de Helsinque, capital do seu país.

Depois da derrota, a Miss Itália, Giovanna Mazzotti declarou a imprensa: “Porque não chamá-la de ‘Miss Olimpíadas’? Afinal, era publicidade para isso que pareciam estar procurando em Long Beach.” — para você ver que polêmica e recalque não é de hoje no mundo miss…

Em 1954, Martha Rocha virou celebridade nacional após o segundo lugar no Miss Universo. Foi uma estreia e tanto para o Brasil. Frequentadora assídua da casa dos Kubitschek e amiga pessoal de Sara, Martha até foi usada como um quase “cabo” de Juscelino na campanha presidencial.

Aparecia junto dele e da esposa em discursos de varanda de hotel e até em fotos de jornais, simbolizando a prosperidade do país que crescia rapidamente. Hoje, isso dificilmente aconteceria aqui. Mas na Venezuela, a maioria das misses cumpre importante papel de oposição ao governo.

A pioneira Marta Rocha, que ganhou até marchinha de carnaval: "por duas polegadas a mais, deixaram a baiana pra trás"

Em 1958, a colombiana Luz Marina Zuluaga venceu. Ela foi mandada ao Miss Universo para substituir a Miss Colômbia do ano, que renunciou o título. Destino ou não, Luz Marina (convenhamos que este nome é espetacular) parou as transmissões de 73 rádios e TVs na Colômbia para que fosse anunciada sua vitória.

Ao chegar na terra natal, foi recebida por uma multidão no aeroporto, fez passeatas com milhares de admiradores por Bogotá e Manizales, recebeu honras do governo, como uma casa, isenção vitalícia de impostos, virou selo dos correios e até uma edição especial de moedas. Ela está com 76 anos (muito bem desfrutados com os recursos que o Miss Universo lhe ofereceu) e até hoje é um grande símbolo da sua nação.

Em 1961, Jânio Quadros chegou e junto com ele, a “Revolução das Vassouras”. O que muitos não esperavam era que além da corrupção, o conservador 22º presidente também quereria varrer outra coisa: o biquíni. E foi enfático: disse que seria “o fim do maiô cavado nos concursos de miss”.

A pressão a favor do Miss Brasil foi grande, tanto do público quanto da imprensa. Com 8 meses de mandato, Jânio renunciou, e para a alegria nacional, em 1962 o Maracanãzinho estava repleto de mulheres lindas — usando belos maiôs cavados.

Atualmente, a liberdade dos movimentos feministas pesa a favor das mulheres. Mas um grande número de países da África, Ásia e Oriente Médio não enviam candidatas aos concursos internacionais por serem contra tal exposição. O Miss Mundo por exemplo, baniu ano passado a competição em traje de banho.

mubox2

Em 1964, uma cartomante leu a palma da mão de uma ateniense. “Você será escolhida como a mulher mais bela do mundo”, ela disse. Dito e feito: Corinna Tsopei foi a primeira grega a vencer o concurso. O que a cartomante não adivinhou foi que um problema de saúde faria com que Corinna retirasse um pulmão.

A Miss acabou aproveitando seu reinado para dedicar suas causas sociais para a saúde, tanto nos EUA quanto na Grécia. Aliás, 1954 não foi fácil: A Miss Escócia fugiu com o namorado dias antes do concurso e a Miss Nigéria provocou um escândalo ao saber que não havia se classificado.

Durante esta semana que antecede o Miss Universo, o Box de Séries terá posts especiais sobre o concurso, e este é apenas o primeiro. Prepare-se conosco para o programa este domingo, 25, direto de Miami.

Quer saber mais curiosidades como esta? Então fique conosco até lá. Vamos te contar todos os fatos históricos, apostas e impressões sobre o evento televisivo que celebra a beleza feminina, assistido por mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo.

No próximo texto descubra as polêmicas que vieram com a década de 70.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER