Narcos 1×05 — There will be a future

Com a morte de Galán, em Narcos, todos ficam apreensivos quanto à postura de César Gavíria em ser contra ou a favor da extradição.

Só posso dizer uma coisa aos colombianos: Haverá um futuro” — GAVÍRIA, César

Depois de um quarto episódio bem eletrizante, Narcos baixa um pouco a bola em There Will Be A Future e nos apresenta um episódio mais calmo e menos documentarista, como estava sendo a proposta. Mas longe de ser menos interessante.

A grande palavra de ordem, seja ela bendita ou maldita, é extradição. Pablo e sua turma se refugiam no Panamá após o atentado ao Ministério da Justiça, fato que ficou conhecido como La Tomba Del Palacio de Justicia, e “aguardam” uma possível negociação de anistia com o governo colombiano. Bobo é quem achar que nesse meio tempo os negócios ficariam parados. No Panamá, Escobar se junta a Manuel Noriega tornando o país uma nova rota do narcotráfico.

Tivemos um episódio estrategista. Sabe quando damos uma parada no jogo de xadrez para analisarmos todas as possibilidades? Pois bem, a Colômbia se tornou um imenso tabuleiro, onde os jogadores estavam concentrados em conseguirem força, tempo, armamento e negociatas.

Coube a Escobar dar o pontapé para uma nova jogada: o assassinato de Luís Carlos Galán, em agosto de 1989, candidato favorito as eleições presidenciais de 1990 na Colômbia. Galán era a favor da extradição dos narcotraficantes para os EUA, o que contrariou os pensamentos de Pablo após o governo ter negado a anistia. A única forma de voltarem para a Colômbia seria eliminando o inimigo mais eminente: Galán.

Nem todos estão a venda, Pablo” — CARRILLO, Coronel

narcos1x05

Após o assassinato histórico, cujo desenrolar aponta para o envolvimento da polícia como suporte à Escobar, entram em cena dois personagens que se tornariam o grande calcanhar de Aquiles na vida de Pablo: César Gavíria, substituto de Galán nas eleições e o Coronel Horácio Carrillo, responsável pela criação do Grupo de Busca.

Braço direito de Galán, César Gavíria se viu pressionado por todos os lados. Seguir com as ações do finado candidato e ser a favor da extradição, o que aos olhos de muito era a sentença para que os EUA “mandassem” de vez na Colômbia, ou ser contra e fechar os olhos ao narcotráfico que a Colômbia tinha se submetido. Para os “extraditáveis” só havia uma solução: deixem-nos em paz que a paz voltará ao país.

Já Carrillo mostrou a Pablo que talvez pela primeira vez ele teria alguém à altura na batalha. Ciente que a grande maioria da policia e exercito colombiano hora ou outra mudava de lado, Carrillo montou o seu próprio time e o Grupo de Busca assume a partir de então um papel importantíssimo na história do país na luta contra o narcotráfico.

A resposta à jogada de Pablo veio direta e certeira: César Gavíria continuaria com os ideais de Galán e a favor da extradição. O que veremos a partir de então é o momento mais sangrento na historia recente da Colômbia. O horror comandado por Pablo Escobar estava apenas começando e ninguém sairia ileso a isso. Seja seus inimigos ou seus aliados.

E você, gostou do episódio? Dê sua abaixo e até a próxima critica de Narcos

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER