Nashville 2×02 — Never No More

Novos personagens chegaram a Nashville para sacudir a já agitada Cidade da Música! E para os nossos já velhos conhecidos, restou o desafio de encarar os problemas evoluídos para “questões de vida ou morte”. Assim, em aspas mesmo, porque, agora que Rayna deixou o coma e Deacon saiu do hospital, não há mais ninguém em risco de morte. O tema central de Never No More foi, basicamente, endireitar-se, achar-se. Muitos dos personagens da série se encontram ou fora do caminho ou diante de encruzilhadas. Todo mundo meio perdido, confrontando o passado ou algum demônio pelo caminho futuro. Vide, por exemplo, o novo presidente da Edgehill, Jeff Fordham (interpretado por Oliver Hudson, que é da realeza de Hollywood, irmão da Kate Hudson e filho da Goldie Hawn).

Jeff já chegou como um desafio maior para Rayna e Juliette do que seu antecessor. Só não entendo como um executivo, com um negócio bilionário em mãos, possa tratar duas de suas maiores fábricas de dinheiro de maneira tão desestabilizadora. Pelo menos, num primeiro momento, ele demonstrou que ambas são descartáveis, caso não sigam a sua filosofia de negócios: para Juliette, glitter e cheirinho de chiclete, e para Rayna, nada novo, apenas os sucessos já batidos. Para o futuro das atuais estrelas da gravadora, Jeff quer o passado.

nashville-2x02-never-no-more-hayden-conan

Quando ele pensa no futuro, ele só vê novos artistas, como Will, que ele conseguiu roubar do selo de Rayna — e cuja trama, que eu achava que seria blá, está me conquistando a cada novo episódio. E aqui um destaque especial para Layla Grant, vice-campeã de um programa tipo American Idol, desses que pipocam tanto nos EUA. A graciosa morena chegou para ser a nova rival de Juliette, o que é bem legal, porque aquela disputa que a loira estabeleceu com Rayna não estava indo para lugar nenhum. Mas se era pra colocar Juliette disputando seu espaço com uma novata que saiu do nada e conquistou tudo em poucas semanas, por que não Scarlett? Eu entendo que a série queira introduzir em sua trama um novo tipo de artista, o ex-participante de reality show, mas temo que Nashville fique ainda mais povoada do que já é.

O fato é que a Edgehill quer ganhar dinheiro fácil, não quer investir em seus medalhões e nem gastar dinheiro para que eles desenvolvam suas visões artísticas. Daí parece uma decisão mais do que acertada o desejo de Rayna de deixar a gravadora. E, escreva o que estou dizendo, eu não me espantaria nada se, no futuro, Juliette se unisse a ela num novo selo.

Por falar em passado, Juliette foi visitar o seu, para efeitos de publicidade, e acabou sendo um ponto alto do episódio. É bom vê-la demonstrando sentimentos verdadeiros, além de inveja e desprezo. Nós, fãs da série, temos todo um novo mundo à nossa frente quando temos um vislumbre de tudo o que ela esconde do mundo. E destaque para a melhor cena, ela perdendo o primeiro lugar do iTunes para uma novata que, literalmente, a desbancou em algumas horas.

E já que o passado está aí, Gunnar está bem preso a ele, até com bloqueio criativo. Amei a opção do roteiro de fazer Gunnar admitir que estava com o coração partido só para depois descobrirmos que não se tratava de Scarlett, mas do seu irmão. Já Deacon precisou de um chacoalhão da sobrinha para deixar de ser tão tonto e ir procurar tratamento, para ter algum futuro. A possibilidade de perder os movimentos da mão é algo bem sério e deve ser o carma do músico. Mas devo dizer que odiei a cena dele com Rayna diante do altar de oferendas dos fãs. Primeiro, porque eu esperava que o primeiro encontro entre eles depois do acidente fosse algo mais de “esmagar o coração”, o que não foi. Segundo que fiquei me perguntando por que Rayna guardou o anel que havia ganhado dele, 14 anos atrás, só pra devolvê-lo ali, naquele momento. Desnecessário. A cena pareceu super perdida no meio do episódio, já que a cantora saiu dali pra festa do Jeff sem nem se abalar com aquele encontro. Vamos ver quanto tempo vai durar essa distância entre eles. Meu palpite é que eles não vão conseguir se evitar por muito tempo.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER