Nashville 2×03 — I Don’t Want to Talk about It Now

Eu não consigo cantar”, Rayna

Esse episódio de Nashville teve muita música e muito drama — do jeito que a gente gosta! I Don’t Want to Talk about It Now remexeu em muitos plots da série, deixando boas perspectivas para o futuro.

A maior bomba: Rayna James teve as cordas vocais danificadas durante a entubação e não consegue mais cantar! Um procedimento médico que a salvou e a matou ao mesmo tempo. Será que é irreversível? E até quando ela conseguirá manter isso em segredo? Ainda mais que o Jeff, que pelo visto adora uma queda de braço, decidiu que vai descobrir o porquê dela o ter desafiado e não ter cantado na festa dos acionistas da Edgehill. Fora isso, tem a turnê ao lado de Juliet que, até onde me lembro, não havia terminado.

nashville-2x03-i-dont-wanna-talk-about-it

E Rayna fazendo o Liam, hein? Foi tão casual que nem me convenceu que eles possam ter uma relação mais sólida no futuro. Tipo, vai durar enquanto durarem as sessões para finalizar o novo álbum da Rainha do Country. Mas eu não sinto essa química toda entre eles, não.

Deacon foi um dos donos deste episódio. Ele e sua luta quase solitária para recuperar os movimentos da mão e outras coisas mais importantes que ele perdeu com a sua falta de sobriedade. A atuação de Charles Esten pode ser considerada “na medida”, já que a quantidade de drama envolvida na trama de Deacon poderia ter levado tudo para o exagero barato.

E pelo menos a decadência de Deacon serviu para ajudar a ambição de Peggy, já que Ted decidiu não ser como ser rival e viver afastado do filho-falso. Mas o golpe da barriga é algo TÃO batido, que dá até preguiça de acompanhar.

No núcleo dos jovens coadjuvantes, quem diria, Will está roubando a cena. E, por um instante, eu fiquei com medo de que ele roubasse também a composição do Gunnar. É que Will cheira a problema e confusão, não é mesmo? O personagem parece estar sempre no limite de fazer alguma coisa em nome de sua ambição. Para Gunnar, como compositor, foi uma boa exposição, mas só serviu para mostrar ao rapaz que ele está à sombra do amigo e da ex-namorada no momento. E, por mais que ele dê birrinha a respeito, a verdade é que foi ele que se colocou nessa sombra. E me deu a sensação de que vai rolar um trelelê entre ele e a amiga da Scarlett que eu não consigo guardar o nome…

E chegamos à nossa diva Juliet. Confesso que eu estava adorando a amizade dela com Avery. Gostava ainda mais de não haver ali insinuações românticas, pois criava uma dinâmica toda diferente. Mas, claro que, em se tratando de Juliet, isso iria ruir mais cedo ou mais tarde. A bitch tinha que fazer dele um simples empregado, né? O fato é que a loirinha segue um padrão: não sabe conservar amizades e não mede as consequências dos seus atos. Será que ir pra cama com o bilionário lá, na mansão onde dorme a esposa dele, vai ficar por isso mesmo? Para o nosso deleite, tomara que não!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER