No Dia do Leitor, conheça os 10 livros mais vendidos de 2015

Para comemorar o Dia do Leitor, trouxemos os 10 livros mais vendidos de 2015.

Todo leitor ama livro novo, certo? Então hoje, 07/01, em comemoração ao Dia do Leitor, nós te apresentamos os 10 livros de ficção mais vendidos de 2015. Caso você ainda não tenha lido, já coloca na lista de 2016.

1. O Pequeno Príncipe — Antoine de Saint-Exupéry

Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.

2. Grey — E.L. James

Na voz de Christian, e por meio de seus pensamentos, reflexões e sonhos, a autora oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo.

Christian Grey tem o controle de tudo ao seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio — até o dia em que Ana Steele surge em seu escritório, toda pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Anastasia parece enxergar através de Christian — além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido.

Será que, com Ana, Christian conseguirá mandar embora os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?

3. A Herdeira — Kiera Cass

Há vinte anos, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da filha do casal, a princesa Eadlyn, viver uma nova Seleção. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão, a princesa não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais. Entretanto, assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.

4. Se eu Ficar — Gayle Forman

A última coisa de que Mia tem lembrança é a música, e após o acidente, ela ainda consegue ouvir e ver tudo. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro em que estava com sua família, mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera… e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa entender o que aconteceu antes do acidente e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

5. Cidades de Papel — John Green

Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela linda vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, fantasiada de ninja, e convoca-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.
Assim que a surreal noite acaba e o dia seguinte chega, Quentin vai para a escola e descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção à um caminho tortuoso, quanto mais Quentin se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

6. Para Onde Ela Foi — Gayle Forman

O livro é continuação de Se Eu Ficar. Começa três anos após Mia ter saído da vida de Adam. Isto mesmo, eles não estão mais juntos. Mia é uma estrela em ascensão na Juilliard e a banda de Adam, Shooting Stars, finalmente arrebentou nas paradas de sucesso. Eles têm vidas separadas quando seus caminham se cruzam novamente em Nova York, e Adam finalmente tem a oportunidade de fazer todas as perguntas que estavam assombrando-o por tantos anos. Porém, será que apenas algumas horas serão o suficiente para entender as escolhas tomadas no passado? Será que o primeiro amor poderá ter uma segunda chance?

7. Toda Luz que Não Podemos Ver — Anthony Doerr e Maria Carmelita Dias

Marie-Laure vive em Paris, perto do Museu de História Natural, onde seu pai é o chaveiro responsável por cuidar de milhares de fechaduras. Quando a menina fica cega, aos seis anos, o pai constrói uma maquete em miniatura do bairro onde moram para que ela seja capaz de memorizar os caminhos. Na ocupação nazista em Paris, pai e filha fogem para a cidade de Saint-Malo e levam consigo o que talvez seja o mais valioso tesouro do museu.

Em uma região de minas na Alemanha, o órfão Werner cresce com a irmã mais nova, encantado pelo rádio que certo dia encontram em uma pilha de lixo. Com a prática, acaba se tornando especialista no aparelho, talento que lhe vale uma vaga em uma escola nazista e, logo depois, uma missão especial: descobrir a fonte das transmissões de rádio responsáveis pela chegada dos Aliados na Normandia.

Cada vez mais consciente dos custos humanos de seu trabalho, o rapaz é enviado então para Saint-Malo, onde seu caminho cruza o de Marie-Laure, enquanto ambos tentam sobreviver à Segunda Guerra Mundial.

8. Cinquenta Tons de Cinza — E.L. James

Quando a estudante de literatura Anastasia Steele entrevista o jovem bilionário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que o deseja e que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Christian admite que também a deseja — mas em seus próprios termos.

Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso — os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família — ele é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Ao embarcar num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.

9. Dois Mundos, Um Herói — Rezendeevil

Pedro Afonso, ou melhor, Rezende, é louco por videogames e se dedica a produzir vídeos para a internet sobre seu jogo favorito: Minecraft. Um de seus maiores orgulhos é o vilarejo virtual que construiu por lá. Rezende passa tanto tempo no computador que é quase como se morasse em sua criação. Mas e se um dia isso se tornasse possível? Dois mundos, um herói é uma aventura fantástica que leva você para dentro do universo de Minecraft na companhia de RezendeEvil. O susto de acordar do outro lado da tela é grande, mas a diversão é ainda maior. Nesse mundo de pixels ele encontra todos os pequenos amigos que criou: inclusive uma versão de si mesmo. E quando um terrível mal ameaça destruir o vilarejo, Rezende se torna a única esperança. Usando sua criatividade, nosso herói vai ter que enfrentar com as próprias mãos os inimigos que estava acostumado a vencer com o teclado e o mouse.

10. Cinquenta Tons Mais Escuros — E.L. James

Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.

E aí, o que achou da lista? Concorda? Dê a sua opinião nos comentários.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!