NY Times e Chicago Tribune aprovam FlashForward

Já faz um tempo que uma versão tosquinha de FlashForward caiu na internet e muitos dos pré-fãs da série já deram uma olhada. Alguns gostaram, outros torceram o nariz. A verdade é que quem baixou e assistiu o episódio pôde sentir na pele o gostinho insano que os personagens da história sentiram: a antecipação.

A premissa da série é a seguinte: o planeta inteiro sofre um black out de alguns segundos, nesse meio tempo eles enxergam o futuro, como que em uma visão mística, experiência paranormal. Daí todos voltam ao normal, enquanto o mundo cai em caos.

Gina Bellafonte, jornalista de um dos mais famosos jornais do mundo, o NY Times, viu o episódio e rasgou a ceda. Segunda a especialista em entretenimento televisivo, “FlashForward tem a sobriedade e a carga trazida por 24 horas em seu início, contruindo uma trama de tensão com manejo mas com aparente relutância em se render a sua própria filosofia”. O que ela quis dizer com isso eu não sei, mas essas palavras meio difíceis até soam como elogios.

E não parou por aí. Além de comparar a série ao melhor de Jack Bauer, ainda traçou um paralelo com um dos maiores clássicos de Ficção Científica recentes, Battlestar Galactica. “Ambas passam a mensagem de humanidade e evolução: nenhum salvador lutará por nós, é preciso muitos para salvar o mundo”.

Já o jornalista Mo Ryan, do Chicago Tribune, tocou em temas parecidos, mas por um ângulo diferente. “Certamente vou assistir mais de FlashForward, apesar de algumas besteiras do episódio piloto. Tive mais apreensão com o episódio duplo de Fringe, na temporada passada, mas a série soube tomar rumo na metade do primeiro ano. Assumo assim que FlashForward pode se corrigir e desenvolver sua mitologia e seus personagens sendo uma bela aquisição à categoria das ficções.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!