O Aprendiz — 09×01 — Estréia

Foi o pior par ou ímpar que você já tirou na sua vida, Maura — Roberto Justus

Roberto Justus de volta, tudo o que nós queríamos. Não que o João Dória fosse ruim, pelo contrário, como empresário é tão bem sucedido quanto, mas ele não tem o jeito que o programa pede. Nessa nova temporada todos os participantes estão recebendo sua segunda oportunidade. Alguns foram marcantes, outros nem tanto. E o grande prêmio é de R$ 1 milhão mais um emprego com salário de R$ 20 mil.

A grande surpresa da estréia foi a aparição do apresentador na 25 de março falando com os ambulantes e achando caríssimo um tênis paraguaio por 50 reais. Para ser mais engraçado, só se ele tivesse encontrado uma “réplica” de alguma camisa caríssima que ele use…

A primeira prova já mostrou que as coisas não vão ser fáceis para os aprendizes. Principalmente por não serem mais iniciantes. Precisam ser muito melhores do que da outra vez e mostrar que mereciam mesmo essa nova oportunidade.

aprendiz

A tarefa era arrecadar a maior quantia possível em dinheiro em 24 horas. (Jack Bauer curtiu isso). A divisão dos grupos foi simples, homens para um lado, mulheres para o outro. O mais importante aqui foi a briga para ser líder! O líder é quem recebe a cobrança. Aquela velha história, se ganhar todos ganharam, se perder é culpa do líder. E como a equipe feminina resolveu a parada? Com uma profissional disputa de par ou ímpar.

O interessante na resolução da prova foi ver a objetividade do grupo masculino. Deram um tiro certeiro e resolveram a prova. Enquanto as mulheres se complicaram.

Não que eu seja um expert no mundo dos negócios, mas traçar uma meta alta logo no início pode muito bem ser um tiro no pé. A menos que sejam muito experientes e saibam que, apesar de alta, estão subestimando suas capacidades. Mesmo assim os dois grupos definiram uma meta de R$ 100 mil. Nem preciso dizer que não alcançaram nem a metade disso. TÓIM!

Tudo bem que brainstorm serve mesmo é pro pessoal jogar ideias pro alto, falar besteira e ver se daquele amontoado de ideias que não levariam a lugar algum sai alguma coisa.

Do grupo flecha (masculino), até saiu, já que eles resolveram a coisa toda de forma simples. Fecharam um evento de patrocínio por R$ 30 mil e pronto.

Na outra ponta do jogo, o nome do grupo é tudo o que faltou para as meninas: sinergia. Como se já não bastasse a saudável disputa de par ou ímpar para ser líder, elas se dividiram em subgrupos. Um grupo foi lá, fechou uma ação de patrocínio, igual o outro grupo e conseguiram R$ 20 mil. Beleza. Nos outros grupos… nossa!

Vender uma Ferrari e pegar a comissão, fazer faxina e vender bijuteria no sinal não são formas de se conseguir R$ 100 mil em 24 horas. Na verdade, nem com 1000 faxinas. A resolução da prova foi um fracasso. Um dos grupos não conseguiu N-A-D-A.

Mas o legal, em geral são as reuniões. E as tiradas do Justus que me fazem achar que ele vive no limite da genialidade com a ignorância. Genial dizer que “planejamento é igual ir ao motel, se não resolver em duas horas não resolve mais”. Ignorante é dizer que ideia é igual gato, que diferente do cachorro só vem quando quer, não quando chama.

Pior ainda foi dizer que o grupo sinergia trabalhou mais e melhor, mas como arrecadou menos, perdeu. A eficiência do grupo flecha foi enorme, em pouco tempo fecharam o patrocinio e trabalharam em cima dele.

Impressiona ainda que, mesmo na segunda oportunidade, a sala de reuniões viva aquele clima infantil. As participantes desesperadas, culpando a pessoa do lado na tentativa de se defender. Gente achando que se oferecer para fazer faxina e aproveitar o tempo ocioso é algo louvável.

Esses participantes estão em uma longa entrevista de emprego, para um cargo alto. Precisam, no mínimo, ser adultos e profissionais. Jogar uma meta lá no alto para demonstrar ambição, topar qualquer negócio para mostrar humildade e sair agindo sem traçar um planejamento estratégico não são qualidades apreciadas para um emprego desses. Como justificar que foi necessário jogar par ou impar para definir a liderença? Um líder não deveria saber se impor ou ceder para o bem da tarefa?

Pelo menos nessa primeira prova ficou a impressão de que os participantes ainda estão verdes para o cargo que almejam nas empresas do grupo de Roberto Justus.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER