O destino do elenco de Gossip Girl

Chega um momento na maioria das séries de TV que até o mais fiel dos fãs sabe que seu programa favorito não tem muito tempo de vida. Para Gossip Girl, talvez esse momento esteja chegando. Todos os sinais estão lá: a maioria dos personagens estão presos em um padrão cansativo, como Chuck e Blair terminando e voltando a cada episódio, enquanto Serena não se decide se deve ficar com Dan ou Nate. E já faz tempo que outros personagens (Vanessa, oi?) tiveram alguma história substancial, certo?

O elenco de Gossip Girl também começa a dar sinais de cansaço. Mês passado, logo após o término de seu namoro com Blake Lively ter virado notícia, Penn Badgley não parecia animado com a série em uma conversa com o Page Six. “É a quarta temporada. Se tornou rotina”, disse ele, antes de revelar que ele não é amigo de seus colegas Jessica Szohr e Ed Westwick. Menos de duas semanas depois, Chace Crawford admitiu ao Vulture que seu personagem, Nate Archibald, é tão estúpido “que chega a ser engraçado”.

É justo, então, começarmos a nos acostumar com a idéia de que a série poderá dar seu último XOXO. Abaixo, você confere o que pode acontecer na carreira desses atores, quem vai ter sucesso e quem vai ser condenado ao ostracismo que a maioria do elenco de The OC teve.

Blake Lively

Blake Lively ficou conhecida graças a Gossip Girl. Mais de três anos de série, ela continua sendo uma de suas grandes estrelas. Apesar de seu papel como Serena van der Woodsen não exigir uma atuação muito séria, Lively conquistou diversos papeis-chave em filmes. Até agora, ela tomou diversas boas decisões, aceitando papéis consistentes em filmes indies como A Vida Íntima de Pippa Lee, Atração Perigosa e a adaptação dos quadrinhos Lanterna Verde, previsto para 2011, construindo uma carreira versátil. Seu nome tem sido mencionado em um dos filmes mais comentados de Batman: The Dark Night Rises. Ela também foi cogitada para O Grande Gatsby, mas acabou perdendo o papel de Daisy Buchanan para Carey Mulligan).

Perspectiva: Excelente. Lively, com seu cabelo loiro, corpo magro mas com curvas e voz rouca, chega a lembrar um pouco Scarlett Johansson. Se tomar as decisões certas, suas carreiras podem ser bem parecidas.

Taylor Momsen

Nós todos sabemos o que Taylor Momsen andou aprontando: ela já mostrou os seios em público, elogiou seu vibrador,conquistou o ódio de Tim Gunn e está muito furiosa com seus pais. Mas sua longa carreira como atriz (que começou fazendo comerciais aos 3 anos) pode ser melhor do que parece. Desde que se uniu ao elenco de Gossip Girl, Momsen não fez muita coisa fora da série, mas ela é a líder de uma banda de rock, The Pretty Reckless. Sua música não é ruim e Momsen tem uma voz forte para o rock ‘n roll. Ela também possui fortes aliados no mundo da moda, é o rosto da linha de roupas de Madonna, Material Girl, e musa do novo perfume de John Galliano, Parlez-moi d’Amour. Durante o verão, Momsen demitiu seu estilista e, desde então, tem recebido críticas por suas roupas reveladoras e olhos comicamente borrados. Se você gosta de sua aparência ou não, sua insistência em se definir a distingue de quase todas as outras estrelas de sua idade.

Perspectiva: Potencialmente, muito boa. Contanto que ela fique longe do estilo de vida de Lindsay Lohan, a imagem de rebelde de Momsen pode se tornar sua marca pessoal. Pode se dar melhor na música e na moda do que em Hollywood, mas parece que ela não se importa com isso.

Leighton Meester

Apesar de provavelmente ser uma das melhores atrizes de Gossip Girl e ter passado anos fazendo papéis pequenos na TV antes de conseguir o papel de Blair, Meester não está no nível de Lively ainda. Atuou em diversos filmes adolescentes e apareceu em algumas comédias românticas como Uma noite fora de série e Amor à distância. Meester tem um grande número de filmes para fazer, incluindo The Roommate, no qual ela interpreta uma colegial psicótica, mas é com Country Strong, no qual atuará ao lado de Gwyneth Paltrow, que tem potencial para tirá-la do mundo teen. Uma prévia sugere que sua cantoria no filme será mais agradável que os singles pop que ela lançou.

Perpectiva: A essa altura, o futuro de Meester é incerto. Seu sucesso depende muito de como será recebida em Country Strong.

Penn Badgley

A separação de Badgley e Lively pode servir como metáfora do caminho que suas carreiras estão seguindo. Em poucas semanas, os tabloides viram Lively com todo o mundo de Ryan Gosling a Leonardo DiCaprio. Já Badgley, bem, nós não temos ouvido muito sobre o que tem feito. Antes de Gossip Girl, teve pepéis pequenos em filmes teen, incluindo o horrível Todos contra John. As coisas não mudaram muito desde que ele começou a interpretar Dan Humphrey. Ano passado, ele atuou em O padrasto, um filme de terror que recebeu diversas críticas negativas, além de não ter rendido bilheretia. A mentira foi muito divertido, mas Emma Stone roubou a cena — e o papel de Badgley era muito parecido com o garoto solitário. A reviravolta pode acontecer com Margin Call, um filme sobre a crise financeira que conta com Jeremy Irons, Paul Bettany e Kevin Spacey no elenco. Pode essa ser a chance de Badgley mostrar alguma atuação de verdade junto com atores talentosos?

Perspectiva: Depende. Se o papel em Margin Call significar a despedida do papel de jovem bom moço e se ele se fizer um bom trabalho, talvez tenha uma chance. Mas se ele continuar a interpretar papéis parecidos com Dan Humphrey, talvez sua carreira não possa durar muito quando ele começar a ficar velho demais para interpretar um jovem.

Ed Westwick

Considerando sua boa aparência, charme e predileção por personagens obscuros e decadentes, Ed Westwick pode estar a caminho de ser o novo Jonathan Rhys Meyers. Por que, então, ouvimos tão pouco sobre seus trabalhos fora da série? Antes de Gossip Girl, Westwick teve seus dentes cerrados em filmes artísticos, papéis pequenos em Filhos da Esperança e O filho de Rambow. Recente, teve uma mudança assustadora com a sequência de Donnie Darko, S. Darko e o direto-para-DVD Refém do espírito Projetos futuros incluem Chalet Girl, a adaptação de Trap for Cinderella, um remake de um filme francês dos anos 60 sobre uma garota que sofre amnésia após sobreviver um incêndio que mata seu amigo. Sinceramente, nenhum desses papéis parecem ter força para ajudar sua carreira a longo prazo. Ele precisa de algo que tire de sua sedutora zona de conforto.

Perpectiva: Se Westwick não conseguir nenhum papel convincente, ele ficará marcado como Chuck Bass, o futuro poderá ser sombrio. Mas se ele conseguir convencer alguém que ele pode fazer mais do que apenas rosnar e olhar de soslaio, ele poderia muito bem vir a ser o mais versátil dos atores de Gossip Girl.

Jessica Szohr

Jessica Szohr tem mais experiência que muitos dos jovens do elenco. Fez participações em séries da Disney, além de um papel recorrente em CSI: Miami e em What About Brian. Desde que estreou na série, ela participou de filmes que só foram lançados direto em DVD, como Pelas Garotas e Pela Glória, e apareceu em Piranhas 3D. Mas há esperança pra ela, contudo. Seus próximos projetos, ambos para 2011, são dois filmes indies, o sci-fi Hirokin e Art Machine, sobre um prodígio pintor bipolar que cai em um grupo de artistas anarquistas.

Perspectiva: Cedo demais para dizer. Szohr foi esperta em seguir para os filmes indies, considerando que seu papel, cada vez menor na série, jamais a faria uma grande estrela. Se seus futuros filmes forem bons — e ela estiver bem neles — ela pode conquistar papéis muito melhores do que faz atualmente.

Chace Crawford

Pobre Chase Crawford. Ele é muito bonito, e é bom saber que ele compreende a estupidez de seu personagem. O papel de Nate não o dá chance de por suas habilidades a prova, e os papeis que tem feito refletem sua falta de tato. Até Joel Schumacher, que o dirigiu em Twelve, admitiu que objetou Crawford, que intepretou um jovem traficante de Upper East Side. Pior ainda, o trailer de Twelve lembra muito um promo Gossip Girl e a audiência riu do drama. Pelo menos, Crawford terá uma nova chance em Peace, Love, and Understanding, onde ele será par romântico da filha de Catherine Keener, que também conta com Jane Fonda.

Perspectiva: Não muito bom. Ele pode nos surpreender, mas do jeito que as coisas vão indo, Crawford pode terminar no mesmo limbo de Luke Perry uma vez que deixar de ser queridinho das adolescentes. Se quiser fugir desse destino, terá que mostrar algum talento, e rápido!

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!