… o elenco de Castelo Rá-Tim-Bum

“Uuuumm; casssss; Bum; Bum; Bum; casss; teeeelo!; Bum Bum Bum; Castelo Rá Tim Bum; Bum Bum Bum; Castelo Rá Tim Bummm”

Queríamos dar a colunadessa semana um toque brasileiro e nada melhor do que falar de Castelo Rá-Tim-Bum, afinal quem nunca assistiu ou ouviu falar desse seriado (se você tem menos de dezoito anos, não responda!)?

Castelo Rá-Tim-Bum trata de um garoto de 300 anos chamado Nino que vive com seu tio, o Dr. Victor, um feiticeiro e cientista, e com sua tia-avó Morgana, uma feiticeira de 6.000 anos de idade. Os três moram num castelo no meio da cidade de São Paulo. Nino, sentindo falta de amigos, resolve fazer um feitiço que aprendeu com seu tio e acaba trazendo para o castelo três crianças que tinham acabado de sair da escola e que, a partir daí, começam a visitar o castelo todos os dias.

A série é transmitida pela TV Cultura e foi considerada um sucesso nos anos 90, com uma média de 12 pontos de audiência, índice jamais alcançado por uma série educativa ou por um programa da emissora. O seriado estreou em maio de 1994 e deixou de ser produzido em 1997, mas continua em exibição até hoje, tanto pela Cultura quanto pelo canal por assinatura Rá Tim Bum.

Algo que sempre nos impressiona ao pesquisar sobre artistas brasileiros é a dificuldade de se encontrar informações mas, críticas a parte, vamos ver Por Onde Anda esse pessoal:

Antonino Stradivarius Victorius II, vulgo Nino, era interpretado por Cássio Scapin que, atualmente, está fazendo novelas e trabalhando no teatro. Scapin tem como aparições na TV as novelas Caminhos do Coração, Os Mutantes e Ribeirão do Tempo, além de uma participação especial na minissérie Amazônia, na qual interpretou Olavo Bilac. Em abril, Cássio renovou seu contrato com a Record até 2018 e em agosto estreou no teatro com a peça O Libertino (com direção de Jô Soares).

Sérgio Mamberti era Dr. Victor, que dizia uma frase que foi marcante no seriado: “Raios e Trovões!”. Mamberti já fez muitos filmes, novelas e peças de teatro, sendo que sua última aparição foi na nova versão da novela O Astro, em que interpretou o Padre Laurindo. Durante o governo Lula, Sérgio Mamberti exerceu cargos como Diretor da Secretaria de Música e Presidente da FUNARTE (Fundação Nacional das Artes) entre outros.

Na torre mais alta do castelo estava Rosi Campos interpretando Morgana e conversando com sua coruja Adelaide. Dos que participaram da série, Rosi é uma das mais conhecidas, pois vem emendando uma novela na outra nos últimos anos, tendo participado de América, A Favorita, Cama de Gato, Insensato Coração e nas minisséries As Cariocas e Chico Xavier.

Cinthya Rachel (algumas vezes creditada como Cynthia Rachel ou Cíntia Raquel) era Biba, a menina que foi atraída ao castelo junto aos seus dois amigos. Rachel esteve muito tempo afastada das câmeras, depois de fazer o filme Distraída para a Morte em 2001 e participar do programa Domingo da Gente, no qual ficou até 2005. Ela voltou à TV no começo deste ano com o quadro Sonhos Que Não se Compram no programa Eliana.

O Pedro de Castelo Rá-Tim-Bum era Luciano Amaral — mesmo ator que havia interpretado Lucas Silva e Silva no seriado Mundo da Lua. Luciano não aparece em novelas, mas já foi apresentador de muitos programas, como Turma da Cultura, G4 Brasil, GazmeZone, Combo e Hit Tve!. Atualmente, ele está apresentando o programa MOK na PlayTV, além de gravar podcasts sobre games (que sempre foi o foco de seus programas).

“Porque sim, Zequinha!” era a resposta dada a Freddy Allan sempre que ele indagava seus amigos sobre algum assunto. Em 2004, Allan participou do festival Ruhrfestspielen na Alemanha e, em 2005, da abertura da temporada 2005/2006 do Teatro Volksbühne com o grupo Teatro Oficina. Ali, ele trabalhou por seis anos nas montagens A terra, O homem 1, O homem 2 e A luta 1. Atualmente, ele trabalha montando a peça A Morta, para o Movimento Dulcynelandia.

Um dos vilões mais cruéis de todos os tempos era o Dr. Abobrinha! Interpretado por Pascoal da Conceição, Abobrinha aparece até hoje nos palcos do teatro e em novelas. Com inúmeras peças de teatro no currículo, de 2006 para cá, Pascoal tem se dedicado às novelas, participando de Caminho das índias, Tempos Modernos e, junto a Sérgio Mamberti, atuando na nova versão de O Astro.

Ângela Ortiz Dip era a sempre rosa Penélope. Agora faz novelas — Caminho das Índias, Malhação ID — e comédias no teatro. Já o entregador de pizza Bongô, que era intepretado por Eduardo Silva, que também continua fazendo novelas e teatro (em 2010 participou em Uma Rosa com Amor), além de ter feito alguns longas. A índia Caipora era interpretada pela atriz, diretora e roteirista Patrícia Gasppar. Patrícia atuou em inúmeras peças de teatro e suas últimas aparições na TV foram na novela Dance Dance Dance e na série do canal Multishow, Desprogramado.

Menção honrosa ao ator Wagner Bello — o querido Etevaldo — que faleceu ainda no primeiro ano de produção da série, logo depois de descobrir que estava com AIDS.

Eu adorei fazer a coluna dessa semana e espero que todos os leitores tenham gostado! Deixem suas opiniões sobre a matéria e sugestões de séries nos comentários!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER