O medo começa em Fear The Walking Dead

Traçando paralelos, Fear The Walking Dead estabelece como o mundo caiu diante de um levante de zumbis.

A natureza sempre vence.” MANAWA, Travis

E se o apocalipse zumbi não tivesse um paciente zero, nem mesmo um marco zero? E se o surto fosse generalizado e você pudesse ver tudo isso acontecer de perto, pelo ponto de vista cotidiano de uma família normal?

Possivelmente uma família como a sua: com problemas reais que todos enfrentamos atualmente. Fear The Walking Dead mostrará exatamente isso e você se sentira submerso por reconhecer-se em partes da história.

Entre na rotina de pessoas comuns e veja o mundo cair enquanto tudo acontece a seu ritmo. Este piloto é convincente. Talvez o episódio de série que melhor narre como seria realmente o início de um surto zumbi. É nítido que a produção se preocupou em não apressar as coisas, nem atropelar com cenas-chave para prender a audiência.

E ainda assim, as cenas de ação e suspense estão lá.

RELACIONADO: Robert Kirkman apresenta Fear The Walking Dead.

Fear The Walking Dead

Pequenas nuances vão mostrando que os problemas do dia não são nada comparados ao que está por vir. Como uma mudança brusca, vemos coisas pequenas (antes tão importantes) ficando em segundo plano — como deveria ser.

Robert Kirkman conseguiu usar os elementos de um mundo já estabelecido a seu favor. Você pode até pensar que já sabe no que isso vai dar, e terá razão. Mas você não sabe como tudo aconteceu e esta é uma parte importante da história.

Ela é contada por personagens fortes, como a série e na HQ original. Entre todos os personagens, Nick Clark por certo prenderá sua atenção com uma interessante crítica. Muito bem interpretado pelo novato ator inglês Frank Dillane (uma impressionante mescla de James Franco com Jhonny Dep), ele é um jovem adulto que se perdeu nas drogas.

Nesta história, Nick é o primeiro a testemunhar um ataque zumbi pessoalmente. E daí surge sua crise: ou ele está exagerando nas drogas, ou está perdendo o juízo. E essa é a parte interessante da nova série. Ela não traz revelações mitológicas complexas, mas estabelece fatos importantes e explora muito bem os paralelos.

Não procure descobrir em Fear The Walking Dead como surgiu o primeiro zumbi. Mas se ficar atento às nuances, terá uma gama de informações interessantes para uma das coisas mais legais do universo TWD: criar teorias.

Madison Clark (Kim Dickens) é a mãe de Nick e Alicia (Alycia Debnam-Carey). Madison é divorciada e trabalha numa escola pública junto com com Travis Manawa (Cliff Curtis), com quem está namorando. Travis também é separado, pai de Chris (Lorenzo James Henrie) e ex-Marido de Liza (Elizabeth Rodriguez).

Através de um aluno com comportamento estranho, Madison descobre que “coisas estranhas” têm acontecido em outros cinco estados do país — e isso já sugere que o apocalipse não teve um epicentro, mas vários.

E então voltamos à Nick, o jovem de classe média que vive com marginalizados em uma igreja abandonada, na qual podem se drogar sem serem incomodados. Ninguém liga para eles. Eles são a escória. Os verdadeiros mortos-vivos, antes mesmo do ataque zumbi. Os andarilhos sempre existiram.

RELACIONADO: Novo trailer de Fear The Walking Dead lembra promo de Marvel’s Daredevil.

Não parece curioso que justamente em uma comunidade esquecida como essa apareça o primeiro ataque zumbi da franquia televisiva(considerando sua linha de tempo)? Seria todo o apocalipse zumbi o resultado trágico de um teste farmacêutico com pessoas que nem nos importamos?

Essa não é a questão proposta pela série. Esse é apenas um detalhe que você poderá supor ao juntar peças que são oferecidas.

Se a história é lenta ou rápida, não importa. E você não sente. Apenas mergulha no conto e se deixa levar pela “realidade” de um mundo que esperamos nunca existir.

Mas se quiser (e vale a pena querer) saber como seria este mundo, de acordo com as mentes criativas de The Walking Dead, acompanhe o spin-off Fear The Walking Dead com episódios inéditos (dublados em português) todo domingo às 22h na AMC — disponível em SD e HD apenas para assinantes da SKY.

A reapresentação com legendas acontecerá toda terça às 13h30, e durante a madrugada, no domingo à 1h30.

Após assistir, deixe sua nota ao episódio! Aqui está a nossa:

[taq_review]

Confira a galeria de imagens da série:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Analisamos o feed de Instagram da dona do pop.

A poc de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!