O preço da fama em Dirt

É, eu sei que é [quase] Ano Novo, tempo de esperança, bla bla bla… Mas a série escolhida essa semana, não tem nada disso, e chegou a ser considerada um fiasco. Estou falando de Dirt.

A história se baseava no dia a dia de uma revista — Dirt — sobre os bastidores e os segredos das celebridades de Hollywood. Ou seja, uma revista de fofoca. Courteney Cox dava vida à Lucy Spiller, a editora insensível, sem escrúpulos, egoísta, e tantos outros adjetivos ruins.

Para revelar a todos o lado mais sórdido dos famosos, Lucy contava com a ajuda do paparazzi esquizofrênico Don Konkey (Ian Hart), talentoso no que faz, mas que sofre esse que pequeno problema — o de ouvir vozes e ter alucinações — causado pela culpa de “destruir” a vida alheia. Mesmo assim, ele era leal a Lucy.

Paralela aos escândalos que Dirt publicava, havia a vida pessoal de sua editora-chefe. Sempre focada no trabalho e em busca de novos furos (enquanto manipulava todo mundo), Lucy também sofria de depressão. Tudo bem hollywoodiano.

Segredos, escândalos, festas, drogas, sexo. Esses eram os ingredientes de Dirt. Mas isso não foi o suficiente para a série ir para a frente. Nem mesmo o beijo lésbico entre Cox e Jennifer Aniston — que participou do fim da primeira temporada — a salvou do cancelamento.

Dirt estreou em 2007 e, na época, foi anunciada como a nova série de Courteney Cox, a eterna Monica Geller de Friends. O slogan era: “A fama tem o seu preço. Ela está aqui para cobrá-lo”. Os fãs não iriam perder, né?

A expectativa foi grande, mas o seriado não passou da segunda temporada, e o canal americano FX cancelou a produção em 2008. A série teve apenas 20 episódios: 13 na primeira temporada e 7 na segunda. Vale para os fãs de Friends e da Courteney conhecerem uma nova faceta da atriz.

Abertura:

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!